Doutoramento

Acreditações

Logótipo da A3ES

Acreditado
6 Anos
17 mar 2020
Registo DGES
Registo inicial R/A-Ef 1009/2011 de 18-03-2011
Registo de alteração R/A-Ef 1009/2011/AL01 de 03-07-2015
Contactos
Candidatar
Leccionado em Inglês

Corpo Docente para (2020/2021)

Tese de Doutoramento em Ciências da Complexidade | Tópicos Avançados em Ciências da Complexidade II | Tese de Doutoramento em Ciências da Complexidade
Jorge Louçã (https://complexsystems.academy/JorgeL) é doutorado em Informática e Inteligência Artificial na Université Paris Dauphine, França e na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal. É, desde 2000, professor no ISCTE-IUL, onde ensina Linguagens de Programação e Ciências da Complexidade. Fundou o Programa Doutoral em Ciências da Complexidade, curso ministrado pelo ISCTE-IUL e pela FC-UL. Foi investigador no LAMSADE - Laboratoire d’Analyse et Modélisation de Systèmes pour l’Aide à la Décision, Université Paris Dauphine, entre Outubro de 1995 e Março de 1999, e do LabMAg – Laboratório de Modelação de Agentes, Universidade de Lisboa, entre Março de 1999 e Setembro de 2011. É actualmente investigador na ISTAR/ISCTE-IUL. Coordena o grupo de investigação “The Observatorium”. Participou em vários projectos europeus e é membro da Complex Systems Society (http://cssociety.org/). 
Métodos de Investigação para Doutoramento em Ciências da Complexidade I | Métodos de Investigação para Doutoramento em Ciências da Complexidade II | Tópicos Avançados em Ciências da Complexidade I
Rui J. Lopes nasceu a 21 de Abril de 1970 em Lisboa. Licenciou-se em Engenharia Electrotécnica e de Computadores em 1993 pelo Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa onde também obteve o grau de Mestre em Engenharia Electrotécnica e de Computadores em 1996 desenvolvendo trabalhos de simulação de sistemas de comunicações móveis sob a orientação do Professor José Manuel Brázio. Em 2005 obteve o grau de Doutor em Computer Science pela Universidade de Lancaster, Reino Unido, como resultado da investigação sobre sistemas multimédia distribuídos para suporte à norma ISO/MPEG-7, sob a supervisão do Professor David Hutchison. A sua actividade profissional tem sido dividida entre o ensino no sistema de ensino superior e a investigação. Iniciou a sua actividade docente em Outubro de 1996 como Assistente do 1º Triénio na Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco onde contribuiu para o início do Bacharelato em Engenharia Electrotécnica e de Telecomunicações. Entrou para o Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE em Outubro de 1997 onde é, desde Outubro de 2005, Professor Auxiliar. Tem leccionado unidades curriculares dos três ciclos de estudos em diferentes áreas, principalmente em ciência de redes, redes de computadores e serviços em rede. Supervisionou o trabalho de mais de uma dúzia de disertações de mestrado e cinco teses de doutoramento, duas das quais já  concluídas com a classificação mais elevada. Para além da sua actividade docente, contribuiu significativamente para a actividade do ISCTE tendo promovido vários programas de internacionalização (v.g., Erasmus e IAESTE) e foi, entre Janeiro de 2018 e Setembro de 2020, o director do programa doutoral em Ciências da Complexidade (leccionado em conjunto com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa). A sua actividade de investigação foi desenvolvida principalmente no Instituto de Telecomunicações (IT) e centra-se no estudo de sistemas complexos e redes com várias áreas de aplicação: dos sistemas multimédia em rede aos sistemas sociais. Neste contexto, está particularmente interessado no estudo e caracterização de processos e mecanismos dinâmicos em hiperredes multicamada. No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes no contexto da produção cultural, científica, tecnológica e artística são: futebol; anotação; aplicação móvel; distribuição; crowd-sourcing; Multilevel hypernetworks; Dinâmica; Sinergias de equipas; Comportamento colectivo de equipas; Análise de desempenho; Sistemas complexos; Redes; Clustering.  
Tópicos Avançados em Ciências da Complexidade II
Tiago Alves nasceu em Lisboa, Portugal, em 1982. Licenciou-se em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico (IST), Universidade Técnica de Lisboa, em 2006, com especialização principal na área científica de Telecomunicações e, secundária, na área científica de Energia. Obteve o grau de doutor em Engenharia Electrotécnica e de Computadores em 2011, no IST, com a classificação de Aprovado com Muito Bom com Distinção. A tese de doutoramento tratou de sistemas de sinais rádio de banda ultra-larga sobre fibra óptica.  Foi co-orientador de 15 dissertações de Mestrado pós-Bolonha e de uma tese de Doutoramento. Em 2006, entrou como investigador para o Grupo de Comunicações Ópticas (CO) do pólo de Lisboa do Instituto de Telecomunicações (IT) onde é actualmente investigador sénior no âmbito do programa “Investigador FCT” financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Desde 2018, é também Professor Convidado na Escola de Tecnologias e Arquitectura (ISTA) do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. Participou numa rede de excelência internacional, em dois projectos europeus e em cinco projectos nacionais de investigação e desenvolvimento na área das telecomunicações por fibra óptica. Participou ainda num projecto de cooperação com o Brasil na área das redes ópticas. Actualmente, está inserido na equipa de investigação de um projecto nacional, onde é coordenador local, e é ainda coordenador de um projecto exploratório no âmbito do programa “Investigador FCT”.  Tem sido revisor regular das seguintes publicações internacionais: IEEE/OSA Journal of Lightwave Technology, IEEE Photonics Technology Letters, IET Optoelectronics, Optics Express, Optical and Quantum Electronics, Optics Letters e Chinese Optics Letters. É autor ou co-autor de mais de 40 artigos em revistas científicas internacionais e de mais de 65 comunicações em conferências internacionais. 
Contactos
Candidatar
Voltar ao topo