Docentes

Professora Auxiliar no Departamento de Economia Política da Escola de Ciências Sociais e Humanas do ISCTE - IUL e Investigadora do Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território (DINÂMIA'CET). Doutorada em Economia pelo ISCTE e mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional pelo ISEG-UTL. A sua tese de doutoramento intitula-se A Dificuldade da Escolha. Acção e Mudança Institucional.É subdirectora do DINÂMIA'CET. É também membro do Observatório sobre as Crises e as Alternativas do Centro de Estudos Sociais (CES - Universidade de Coimbra) em colaboração com o Instituto para os Estudos Laborais da Organização Internacional do Trabalho (INST/OIT). Os seus atuais interesses de investigação incluem a economia política da austeridade com destaque para os fundamentos teóricos e epistemológicos da crise económica de 2007-2008 e das respostas à crise e os valores, a incomensurabilidade de valor e a valoração na tomada de decisão pública.
É Professor Auxiliar - ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Publicou 5 artigos em revistas especializadas e 2 trabalhos em actas de eventos, possui 1 livro publicado. Possui 12 itens de produção técnica. Recebeu 1 prémio e/ou homenagem. Actua na área de Direito.
Cristina Sousa is Assistant Professor at ISCTE/IUL. She has a Master's degree in Economics and Management of Science and Technology and a PhD in Economics, both from ISEG/UTL. Her research interests include innovation, creation and circulation of knowledge and entrepreneurship. Currently, her research is focused on networks, on entrepreneurship in knowledge-intensive sectors and on the transition to a sustainable energy system. The results of her research were object of publication in academic journal and books and were presented in several national and international conferences and workshops.
Investigadora integrada no DINAMIA, ISCTE-IUL (Grupo de Investigação Cidades e Territórios). Completou o doutoramento em Sociologia no ISCTE-IUL, com um projecto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Paralelamente, participou no COST ACTION IS 1007 “Investigating Cultural Sustainability” e colaborou com INTELI (um centro de inovação em Lisboa) em vários projetos europeus e de municípios portugueses no âmbito do desenvolvimento territorial, planeamento urbano e políticas de inovação. É licenciada em Design de Comunicação (Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa) e mestre em Ciências da Comunicação (Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Católica Portuguesa).
Doutorada em Economia pelo ISCTE-IUL e pela Universidade de Bourgogne (França), Mestre em Economia e Gestão de Recursos Humanos e Licenciada em Sociologia (ISCTE-IUL). É professora auxiliar com agregação do Departamento de Economia Política do ISCTE-IUL, e investigadora do Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território (DINÂMIA-CET). Lecciona desde 1996, nas áreas da Economia do Trabalho, Regulação do Mercado de Trabalho, Economia da Educação e das Competências e certas unidades curriculares de natureza metodológica. Foi diretora do Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos (2004-2015) e é actualmente diretora do Departamento de Economia Política. Foi coordenadora dos Estudos setoriais e identificação de necessidades de formação, no INOFOR, Ministério para a Qualificação e Emprego em 1995-1997 e do projecto FCT, 'Remunerações flexíveis para contratos flexíveis? A dinâmica da relação entre a política salarial e os contratos de emprego ao nível da empresa' em 2009-2013 (PTDC/EGE-ECO/108547/2008). Entre os seus principais interesses de estudo e investigação destacam-se a procura de competências, políticas salariais das empresas e segmentação do mercado de trabalho.
ISABEL SALAVISA é Professora Associada com Agregação de Economia no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), em Lisboa. É doutorada em Economia. Atualmente é Vice-Reitora para a Investigação do ISCTE-IUL (desde março de 2018). A sua investigação é desenvolvida no DINÂMIA’CET-IUL - Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território, de que foi diretora (2004-2013) e onde co-coordena o Grupo de Investigação ‘Inovação e Trabalho’. Atualmente é coordenadora de um Work Package do projeto de investigação SPLACH - Spatial Planning for Change (2017-2019), financiado pelo Compete 2020, com coordenação geral do CITTA (Univ. Porto), e com participação do DINÂMIA-CET-IUL e do GOVCOPP (Univ. Aveiro). É membro do International Advisory Board do Jean Monnet Centre of Excellence on "Labour, Welfare and Social Wrights in Europe" (LAWESRE), coordenado pela Roma Tre University (2018-2021). Os seus interesses de investigação são: economia da inovação; transições e sustentabilidade; o papel económico do Estado e o Estado Social na Europa. Coordenou e participou num grande número de projetos de investigação. Tem publicado livros e artigos em revistas internacionais e participado num grande número de conferências, sobretudo internacionais. Tem supervisionado dissertações e teses de doutoramento e ensina em domínios como a economia da inovação, a economia e políticas da UE e as políticas de sustentabilidade.  É membro de associações e redes e ‘referee’ de várias revistas internacionais. Lisboa, janeiro de 2020   Livros recentes: Matos, S., Vairinhos, V., Salavisa, I., Edvinsson, L. and Massaro, M. (eds.) (2020), Knowledge, People, and Digital Transformation: Approaches for a Sustainable Future, Cham, Switzerland, Springer Nature (forthcoming).  Salavisa, I. and Fontes, M. (eds.) (2012), Social networks, Innovation and the Knowledge Economy, London and New York, Routledge, XXIII+339 p. Salavisa, I., Rodrigues, W. and Mendonça, S. (2007) (eds.), Inovação e Globalização – Estratégias para o Desenvolvimento Económico e Territorial, Porto, Campo das Letras, 407 p. Salavisa, I. and Valente, A. C. (2006) (eds.), Technological Innovation and Employment – The Portuguese Case, Lisbon, DINÂMIA (com a contribuição de Pascal Petit et al.), 281 p.   Artigos recentes: Marques, P. and Salavisa, I. (2017), “Young people and dualization in Europe: A fuzzy set analysis”, Socio-Economic Review. 15(1), pp. 135-160. Indexed in WoS (Q1, IF=1.926; 5 year IF: 2.820) and in SCOPUS (Q1; SJR=2.207) DOI: 10.1093/ser/mww038 Valente, A.C., Salavisa, I., Lagoa, S. (2016), “Work-based Cognitive Skills and Economic Performance in Europe”, European Journal of Innovation Management. 19(3), pp. 383-405, Scopus (Q2, SJR=0.56), ISSN: 1460-1060. DOI: 10.1108/EJIM-07-2014-0073. Marques, P., Salavisa, I. and Lagoa, S. (2015), “What are the best policies for fighting poverty? Learning from the recent European experience”, Portuguese Journal of Social Science, 14(2), pp. 207-223. Scopus (Q3, SJR=0.14) and WoS. ISSN: 20509-790. DOI: 10.1386/pjss.14.2.207_1 Salavisa, I., Sousa, C. (2014), “Innovation Strategies and Network Configurations in Knowledge-Intensive Services”, International Journal of Innovation and Regional Development, Vol.5, Nos. 4-5. EconLit. DOI: 10.1504/IJIRD.2014.064155 Salavisa, I., Sousa, C. and Fontes, M. (2012), “Topologies of innovation networks in knowledge-intensive sectors: Sectoral differences in the access to knowledge and complementary assets through formal and informal ties”, Technovation, 32 (6), pp. 380-399. WoS, (Q1, IF=3.287). DOI:10.1016/j.technovation.2012.02.003   Associações e Redes: EAEPE - European Association for Evolutionary Political Economy STRN – Sustainability Transitions Research Network APEP - Associação Portuguesa de Economia Política  
Doutorado em Economia (ISCTE-IUL), Mestre em Planeamento Regional em Economia (UTL) e Licenciado em Economia (ISE). Professor Auxiliar no Departamento de Economia Política e director do Mestrado em Estudos de Desenvolvimento. Lecciona no ISCTE-IUL desde 1996 nas áreas da Economia do Desenvolvimento, Economia e Planeamento do Território e Políticas Públicas em Programas Doutorais (Arquitectura) e em cursos de Mestrado (Estudos de Desenvolvimento, Estudos Internacionais, Economia e Políticas Públicas, Economia Social e Solidária e Arquitectura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos). É investigador do centro de investigação Dinâmia-CET. Desenvolve pesquisa em metodologia da investigação transdisciplinar, globalização e novas formas de governança local, planeamento regional e urbano para a inovação social e a resiliência territorial e avaliação 'realista' em políticas públicas. Desenvolveu também pesquisa no quadro de programas europeus de natureza experimental (Pobreza III, Emprego & Adapt, Equal, etc.), programas nacionais (Iniciativa Bairros Críticos, Programa Rede Social, etc.), e organizações internacionais como a Organização Internacional do Trabalho (OIT) (Programa STEP, Projecto CIARIS, Projecto BRIDGES) e a OCDE (Projecto IESED). É socio-fundador da Agência para a Coesão Territorial dos Açores (AGECTA) onde tem vindo a desenvolver a Academia para a Coesão nos Açores (ACA). É membro da Comissão Científica para a Implementação da Estratégia Regional Contra a Pobreza da Região Autónoma dos Açores (2018-2028) por convite do Governo Regional.
Paulo Marques nasceu em 1984. É atualmente Professor Auxiliar no Departamento de Economia Política do ISCTE-IUL. Desenvolve a sua atividade de investigação no DINÂMIA'CET-IUL. É doutorado em Economia pelo ISCTE-IUL, com uma tese intitulada 'Young People and Labour Market Segmentation in Europe: An Institutionalist Perspective'. A área de especialidade é o Trabalho, mais especificamente, a segmentação do mercado de trabalho e as políticas públicas de emprego. A sua tese de doutoramento venceu dois prémios científicos: o Prémio António Simões Lopes, atribuído pela Ordem dos Economistas, e o Prémio Manuel Lopes, atribuído pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.  A sua dissertação de mestrado venceu dois prémios: Prémio Jacques Delors, atribuído pelo Centro de Informação Europeia Jacques Delors; e o Prémio Silva Leal (menção honrosa), atribuído pela Secretaria de Estado da Segurança Social e ISCTE–IUL. Um artigo que escreveu em conjunto com Isabel Salavisa e que foi publicado na Socio-Economic Review recebeu o Prémio António Dornelas, atribuído pelo Ministério do Trabalho.
Pedro Quartin Graça Simão José. Concluiu o(a) Doutoramento em Políticas Públicas em 2014/04 pelo(a) ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. É Professor Auxiliar no(a) ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa DINÂMIA'CET Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território. Publicou 5 artigos em revistas especializadas. Possui 7 capítulo(s) de livros e 15 livro(s). Nas suas atividades profissionais interagiu com 24 colaborador(es) em coautorias de trabalhos científicos. No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Publicidade comparativa; Concorrência desleal; Denegrição; Confusão; Autorregulação; Unfair competition; Comparative advertising; Denigration; Confusion; Self-regulation; Limites marítimos; Linha de base; Mar territorial; UNCLOS; Zona Económica Exclusiva; Ilhas Selvagens; Direito Internacional; Administração pública e políticas públicas; Maritime boundaries; Baseline; Territorial sea; Economic Exclusive Zone; Public administration and public service; International law; anuário; direito internacional; mne; ilhas; rochedos; portugal; Administração pública; Estado; Comércio de armas; Processo administrativo; Portugal; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Outras Ciências Sociais; Plataforma continental; Políticas públicas; Direito; Mar; Madeira; Ilhas; Oceanos; Política; Estratégia; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Direito; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Ciências políticas; Canárias; Direito internacional; Direito do mar; Espaços marinhos; .
Doutorado em Economia pela Universidade Bocconi (Itália), Mestre em Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia pelo ISEG/UL e Licenciado em Economia pela mesma instituição. É Professor Auxiliar e Subdirector do Departamento de Economia Política do ISCTE-IUL, onde lecciona desde 1999 nas áreas da Economia e Integração Europeia, Política Económica e Economia da Inovação. Foi Director de Serviços de Análise Económica e Previsão no Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia e Inovação em 2007-2008. Foi Secretário Técnico do Observatório do QREN entre 2008 e 2014, onde coordenou o Núcleo de Estudos e Avaliação. Entre os seus principais interesses de estudo e investigação incluem-se a mudança estrutural das economias, as dinâmicas sectoriais e de inovação, e as políticas públicas. É autor de «A Economia Como Desporto de Combate» (Relógio d'Água, 2016) e de «O que Fazer Com Este País» (Marcador, 2015), e co-organizador de «Structural Change, Competitiveness and Industrial Policy: Painful Lessons from the European Periphery» (Routledge, 2014; com Aurora Teixeira e Ester Silva).
Licenciado, Mestre e Doutor em Direito. Especialista na área tributária. Docente universitário.Integrou e colaborou com as seguintes instituições: FDL/UL;IDEFF; FD/UC; ISEG; ESSF (Bélgica); SEAST (Bolonha); ISCAL/IPL;Membro do Conselho de Doutoramento em Direito da Universidade de Málaga;Membro da Comissão de Doutoramento em Administração Pública da UL; CAPP/UL
Voltar ao topo