Informática e Gestão

Contactos

Horário

Regime pós-laboral, segunda a sexta-feira (18:00 - 22:30). O 2.º ano funciona em regime pós-laboral, a partir das 17:30, em horário que procura concentrar as sessões às terças e quartas-feiras.

Período de aulas

Ínicio 23 set 2019
Fim 29 mai 2020

Propinas estudantes UE (2019/2020)

1.ºAno 2000.00 €
2.ºAno 1600.00 €

Propinas estudantes fora da UE (2019/2020)

1.ºAno 3000.00 €
2.ºAno 2000.00 €
Candidate-se 

O mestrado em Informática e Gestão tem a duração de dois anos, correspondentes à obtenção de 120 créditos ECTS, repartidos entre: 48 em unidades curriculares obrigatórias, 6 em optativas do DCTI, 6 em optativas da Escola de Gestão, 12 em optativas livres e 48 na dissertação ou trabalho de projeto.

As optativas indicativas serão disponibilizadas em horário pós-laboral, podendo o estudante escolher as unidades curriculares recomendadas ou outras ajustáveis ao seu horário.

Plano de Estudos para 2019/2020

Unidades Curriculares Obrigatórias
1 Ano | 1 Semestre
Metodologias de Investigação em Informática e Gestão
Português
6.0 ECTS
Sistemas Informáticos de Apoio à Decisão I
Português
6.0 ECTS
Tecnologias e Sistemas Cloud
Português
6.0 ECTS
1 Ano | 2 Semestre
Auditoria e Qualidade
Português
6.0 ECTS
Extracção de Conhecimento de Dados Empresariais
Português
6.0 ECTS
Gestão Estratégica e Sistemas de Informação Organizacional
Português
6.0 ECTS
2 Ano | 1 Semestre
Seminário em Informática de Gestão
Português
12.0 ECTS
Trabalho Final
2 Ano | 1 Semestre
Dissertação em Informática e Gestão
Português
48.0 ECTS
Trabalho de Projeto em Informática e Gestão
Português
48.0 ECTS
2 Ano | 2 Semestre
Dissertação em Informática e Gestão
Português
48.0 ECTS
Trabalho de Projeto em Informática e Gestão
Português
48.0 ECTS

Optativas recomendadas

Optativas recomendadas* 

1.º Semestre

02864 | Algoritmos para Big Data (ISTA | CTP)

03203 | Fundamentos de Governação das Tecnologias de Informação (ISTA | SI)

03204 | Computação Ubíqua e Internet das Coisas (ISTA | CTP)

03209 | Fundamentos de Ciência dos Dados (ISTA | SI)

2.º Semestre

00698 | Bases de Dados em Ambientes de Código Aberto (ISTA | SI)

00700 | Segurança em Redes de Computadores (ISTA | RDES)

03202 | Visualização para Big Data (ISTA | CTP)

03205 | Arquitetura de Infraestruturas Computacionais (ISTA | RDES)

Outras Unidades Curriculares Optativas*:

1.º semestre

02198 | Processamento Computacional da Língua (ISTA | IA)

03363 | Inteligência Computacional e Otimização (ISTA | Mat)

M4310 | Programação Avançada (ISTA | CTP)

M8117 | Simulação de Sistemas Sociais (ISTA | IA)

2.º Semestre

00699 | Desenvolvimento de Aplicações Web (ISTA | CTP)

01543 | Desenvolvimento de Aplicações para Ambientes Móveis (ISTA | SI)

01012 | Criatividade Computacional (ISTA | IA)

*Notas:

  • Na escolha das Optativas os estudantes devem certificar-se de que não existe sobreposição de horário com as UC obrigatórias.
  • O funcionamento de uma UC optativa depende de um número mínimo de inscrições.
  • Existe limite máximo de inscrições numa UC como optativa.

Objetivos

O Mestrado em Informática e Gestão (MIG) visa dotar os participantes de competências integradas em SI organizacionais, utilizando as metodologias, tecnologias e princípios de gestão mais adequados e atuais. Pretende dotar os alunos de competências científicas e metodológicas de nível correspondente ao 2º ciclo, nos domínios tecnológico e de gestão.

É dado um especial enfoque a competências analíticas (nomeadamente na capacidade de estruturar, raciocinar e sintetizar grandes volumes de dados) e competências comunicativas (tais como a capacidade de expor com rigor e clareza informação pouco estruturada).

O MIG oferece um ciclo de estudos subsequente aos licenciados em Informática e Gestão de Empresas bem como aos licenciados de outras instituições que nos procurem. O MIG pretende também afirmar-se como uma alternativa para licenciados que tenham seguido um plano de 3 anos, e que procurem um processo de formação-aprendizagem segundo padrões de elevado nível de exigência e orientação para os resultados. Trata-se de um Mestrado vocacionado para recém-licenciados.

Os estudantes do mestrado em Informática e Gestão devem ser capazes de: comunicar eficazmente por escrito; comunicar eficazmente oralmente; desenvolver pensamento crítico; demonstrar elevado conhecimento técnico nas áreas essenciais da informática e da gestão, com relevância para os sistemas de informação de gestão; demonstrar competências específicas para trabalhos de diagnóstico, síntese e investigação.

Estes objetivos de aprendizagem são operacionalizados através dos objetivos específicos de cada unidade curricular, devidamente especificados na respetiva FUC, e com uma correspondência direta com pelo menos um dos objetivos de aprendizagem do curso.

A medição do seu grau de cumprimento é realizada em cada unidade curricular, na respetiva FUC, da qual constam as metodologias de avaliação utilizadas em cada objetivo específico.

Dissertação / Trabalho de Projeto

Pretende-se com esta UC terminal do MIG que o mestrando desenvolva e demonstre capacidades de trabalho autónomo, planeando, investigando, sistematizando, desenvolvendo, escrevendo (sob a forma de uma dissertação) e apresentando o seu trabalho de iniciação à atividade científica em torno de um tema bem delimitado, para permitir o seu tratamento em profundidade. O trabalho será orientado por um doutor ou especialista de reconhecido mérito que, entre outras coisas, ajudará o candidato na escolha da metodologia de investigação mais adequada. Se o tema escolhido for pluridisciplinar, é possível existir um coorientador(a) por forma a cobrir de forma adequada as áreas científicas envolvidas. Esta UC culmina com a defesa da dissertação elaborada, numa prova pública perante um júri nomeado para o efeito.

O ISCTE-IUL encoraja fortemente a redação das dissertações em língua inglesa, não só porque isso promove a sua divulgação internacional, através da disponibilização no repositório institucional, como também facilita a produção de artigos científicos baseados nos resultados da investigação descrita na dissertação. A aceitação para publicação de um tal artigo num evento ou revista internacional com revisão pelos pares científicos, antes da defesa, é um fator que influenciará positivamente a classificação final obtida nesta UC. Chama-se a atenção que a nota da dissertação conta para quase metade da média final do mestrado, pois que essa média é calculada com base nas classificações ponderadas pelos créditos da totalidade das UCs realizadas no âmbito do MIG.

Embora se privilegie a opção de “dissertação”, dado que permite uma boa introdução ao mundo da investigação, que é a principal forja do conhecimento em todo o mundo, o mestrando poderá optar pela realização de um “trabalho de projeto” de cariz inovador, totalizando os mesmos créditos que uma dissertação, cuja elaboração deve ser ancorada numa metodologia de desenvolvimento bem identificada e cujo relatório, que também será sujeito a uma defesa pública perante um júri, deverá obedecer aos mesmos requisitos de qualidade que uma dissertação. O trabalho de projeto terá tipicamente uma natureza mais aplicada que uma dissertação e poderá ser desenvolvido no âmbito de um centro de investigação ligado à ISTA, sob orientação de um dos seus investigadores, ou então conduzido numa empresa, tipicamente orientado por um professor do DCTI ou IBS e coorientado por um especialista de reconhecido mérito dessa mesma empresa.

As informações administrativas sobre as várias fases desta UC, desde o registo do(s) orientador(es) e do tema da dissertação (ou trabalho de projeto) até à sua entrega, são disponibilizadas pelos Serviços de Gestão de Ensino (prazos, entrega).

O MIG visa formar mestres com um perfil híbrido, pelo que se espera que os temas elegíveis para as dissertações ou trabalho de projeto complementem e capitalizem na aprendizagem levada a cabo na componente curricular deste mestrado. O processo de escolha do tema é tipicamente um dos seguintes: (i) o candidato consulta o leque de propostas que anualmente são divulgadas aos alunos do MIG pelos professores e investigadores do ISCTE-IUL e contacta o proponente daquela que lhe parecer mais aliciante, (ii) ou então o candidato contacta diretamente um potencial orientador que sabe trabalhar em temas científicos do seu interesse, ou ainda (iii) o candidato sugere um tema do seu interesse aos responsáveis destas duas UCs (dissertação e trabalho de projeto), para que com a sua ajuda se possa encontrar o orientador mais apropriado.

Na tabela seguinte representam-se, por ordem cronológica inversa, as dissertações defendidas no MIG do ano letivo de 2010/2011 até ao de 2015/2016, que obtiveram classificação maior ou igual a 14 valores. Através do link fornecido para o repositório do ISCTE-IUL, podem ser descarregados os textos completos da maioria dessas dissertações. Como referencial de boas práticas, estão assinaladas com um asterisco (*), na última coluna, as dissertações que foram melhor classificadas (nota maior ou igual a 17 valores). Esta lista de dissertações ilustra bem a diversidade de temas que têm sido abordados. Embora se pretenda garantir a liberdade na escolha, privilegiam-se temas no entrecruzamento das ciências da Computação e da Gestão.

Os links para as páginas dos orientadores das dissertações defendidas são também fornecidos na tabela seguinte, mas esta lista não é fechada. Poderão até existir orientadores ou coorientadores exteriores ao ISCTE-IUL, mas com base no historial passado, o perfil típico do orientador de dissertação do MIG é um professor do DCTI/ISTA ou, em menor percentagem, um professor da IBS.

 

Título

Autor(a)

Orientador(a)

Defesa

Nota

Estudo dos sistemas de gestão da qualidade vigentes em empresas metalúrgicas

Diogo José Ferreira Feliciano

Nelson António
(IBS e UNIDE-IUL)

21-01-2016

 

O business analytics nas empresas portuguesas: desenvolvimento do modelo de implementação

Ana Rita Resende Rodrigues Grencho

Raul Laureano
(IBS e UNIDE-IUL)

16-12-2015

*

OpenData Cabo Verde - novos modelos de disponibilização de dados aplicados à realidade de Cabo Verde

Aline Simone Mendes da Fonseca Moreira

Paulo Trezentos
(ISTA e ISTAR-IUL)

09-12-2015

 

LumiApp - uma aplicação mobile para guiar e ensinar

Diogo de Almeida Sequeira

Isabel Alexandre
(ISTA e IT-IUL)

04-12-2015

 

Técnicas de data mining aplicadas ao fundraising: estudo de caso de uma organização não-governamental para o desenvolvimento

Joana de Morais Sarmento Pereira

Raul Laureano
(IBS e UNIDE-IUL)

04-12-2015

*

Xprolog - desenvolvimento de uma folha de cálculo dedutiva

Carlos Diogo Oliveira de Almeida

Pedro Ramos / Luís Botelho
(ISTA e IT-IUL)

02-12-2015

 

Avaliação de uma aplicação móvel de apoio ao estudante universitário

Gonçalo Nuno A. A. Lourenço Tavares

Bráulio Alturas
(ISTA e ISTAR-IUL)

02-12-2015

*

Balanced scorecard para monitorização da estratégia num centro de serviços partilhados: design research

Francisco Vaz Pato Teixeira Pinto

Ana Maria Simões
(IBS e UNIDE-IUL)

01-12-2015

*

Avaliação do impacto da implementação de um módulo ERP em PME portuguesas

Ana Rita Ferreira Martins

Bráulio Alturas
(ISTA e ISTAR-IUL)

25-11-2015

*

Impacto das redes sociais na reputação das empresas

Liliana Simão de Oliveira

Bráulio Alturas
(ISTA e ISTAR-IUL)

25-11-2015

 

Abordagem da gestão de benefícios aplicada aos processos da preservação digital: um estudo de caso

Andreia Isabel Martins Palma

Mário Romão
(ISEG e ISTAR-IUL)
/ Pedro Ramos
(ISTA e IT-IUL)

20-11-2015

 

Gestão da confiança e da privacidade em conteúdos gerados por utilizadores em redes sociais

Fábio Rúben T. M. Gomes Pais

Carlos Serrão
(ISTA e ISTAR-IUL)

19-11-2015

 

The study of usability and efficiency in business intelligence application

Miguel Hugo Domingos Oliveira

Elsa Cardoso
(ISTA e INESC-ID)

17-09-2015

*

Análise diagnóstico ao processo de reaprovisionamento de loja: forecast de vendas e MRP numa empresa de retal alimentar

Pedro Alexandre Ribeiro

Ana Margarida Brochado
(IBS e UNIDE-IUL)

17-09-2015

*

Attributes of information systems design leading to user satisfaction – a banking case study

Bruno Miguel Mateus Padinha

Henrique O’Neill
(IBS e ISTAR-IUL)

16-12-2014

*

Fatores críticos de sucesso em projectos de Business Process management - estudo de caso na ANACOM

Miguel Alexandre P. Mendes Rações

Ana Simaens
(IBS e UNIDE-IUL)

10-12-2014

 

Integração de uma distribuição de Linux em Cloud

Tiago Nuno Ribeiro Olivença Xavier

Paulo Trezentos
(ISTA e ISTAR-IUL)

09-12-2014

 

Sistema de informação para a classificação internacional de funcionamento em contexto hospitalar pediátrico

João Ricardo Agostinho Mota

Nuno Guimarães
(ISTA e ISTAR-IUL)

28-11-2014

 

Developing a business intelligence initiative in higher education

Marta Raquel Ferreira Pinheiro

Elsa Cardoso
(ISTA e INESC-ID)

28-11-2014

 

Motivação em equipas de engenharia de software: contextos de elevado desempenho em Portugal

Diogo Corte Real Ferreira de Lima

Alzira Duarte
(IBS)

21-11-2014

*

A aplicação do balanced scorecard num sector empresarial

David Miguel Lopes Cotrim

José Rodrigues
(IBS)

04-11-2014

 

Sistemas de informação de gestão para Análise da gestão orçamental nas organizações - desenho de um modelo multidimensional para a gestão de vendas

Ricardo César Lourenço Azurara

Mário Romão
(ISEG e ISTAR-IUL)

04-11-2014

 

Model-driven generative programming for BIS mobile applications

Luís Miguel Pires Teixeira da Silva

F. Brito e Abreu
(ISTA e ISTAR-IUL)

28-07-2014

*

Animation of BPMN business processes models

Marco André Marques Roque

F. Brito e Abreu
(ISTA e ISTAR-IUL)

04-07-2014

*

An eclipse plug-in for metamodel driven measurement     

Pedro Janeiro Coimbra

F. Brito e Abreu
(ISTA e ISTAR-IUL)

13-11-2013

*

Remuneração e promoção de bandas e artistas independentes através de um portal de música online

Filipe Alexandre da Cruz Patrício

Carlos Serrão
(ISTA e ISTAR-IUL)

07-11-2013

 

 

Candidate-se 
Voltar ao topo