Dimensões da sustentabilidade

Planeta (Ambiental)

A dimensão planeta (ambiental) da sustentabilidade do Iscte é assumida enquanto fator-chave da estratégia e da prática diária da instituição ao nível do campus, onde procura melhorar o desempenho ambiental, cumprir as obrigações de conformidade e atingir os objetivos ambientais estabelecidos. Integra a gestão eficiente dos recursos, a diminuição dos impactes ambientais negativos, promove o ensino e investigação sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e oferece oportunidades para os estudantes analisarem casos práticos no Campus.

O Iscte é, desde 13 de dezembro 2018, a primeira universidade portuguesa com certificação ambiental, segundo a norma ISO 14001:2015. Esta certificação do Comité Europeu de Normalização, representa o reconhecimento da aposta estratégica do Iscte na dimensão planeta (ambiente) da sustentabilidade. O sistema de gestão ambiental (SGA) aprovado foi desenvolvido e implementado através de uma parceria com a Columbus, uma associação europeia com 48 universidades, a Universidade de Gotemburgo e a Universidade de Aveiro

A criação, implementação e certificação do SGA definiu os seguintes elementos: o âmbito de aplicação, a identificação do contexto e as partes interessadas; os aspetos ambientais, numa perspetiva do ciclo de vida, o plano de ação 2018-2021, e o modelo de organização interna.

Pessoas (Social)

A dimensão pessoas (social) da sustentabilidade no Iscte procura ter em consideração os impactes das decisões e atividades da instituição na comunidade interna e na sociedade. Inclui a preocupação com a equidade e a justiça social, a capacitação dos membros da comunidade académica e a integração dos estudantes no ensino superior, tendo por base princípios de ética e transparência que contribuem para o desenvolvimento sustentável.

Em 2019 foi criado e desenvolvido o Sistema de Gestão de Responsabilidade Social (SGRS), com a participação ativa do grupo alargado da dimensão pessoas (social) e da comunidade interna do Iscte. Deste trabalho participativo resultou a revisão da Política de Sustentabilidade, das partes interessadas, a identificação dos aspetos de responsabilidade social e a definição de um plano de ação. Está prevista em 2020 a obtenção da certificação pela norma portuguesa NP 4469:2019.

Prosperidade (Económica)

Esta dimensão refere-se aos impactes das decisões e atividades do Iscte na condição económica das suas partes interessadas e nos sistemas económicos a nível local, nacional e global. 

Com o objetivo de assegurar prosperidade, em alinhamento com a Agenda 2030, o Iscte pretende contribuir, direta e indiretamente, para a promoção de uma economia inclusiva e sustentável, onde domine o emprego e trabalho digno para todos, e com menores desigualdades dentro e entre países, através de uma industrialização inclusiva e sustentável e fortemente assente na inovação, em cidades cada vez mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis (alinhado com os ODS 8, 9, 10, 11).

Voltar ao topo