Teses e dissertações

Mestrado
Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos
Título

Género, comunicação não verbal e satisfação no trabalho: papel das normas prescritivas percebidas na organização

Autor
Cintra, Inês Beatriz Seromenho de
Resumo
pt
Numa organização, a comunicação não verbal é um indicador de satisfação no local de trabalho que, consequentemente, tem impacto no alcance de objetivos e na performance individual/grupal. Face à escassa literatura sobre o tema, o presente estudo explora a relação existente entre a comunicação não verbal e a satisfação no local de trabalho considerando a perceção dos comportamentos não verbais dos próprios participantes no estudo e a perceção dos mesmos face ao comportamento não verbal do grupo de género. Para a análise empírica adaptou-se dois questionários elaborados previamente por outros autores num só, aplicando-o a colaboradores de apenas uma organização (N=125; 28% homens e 72% mulheres). Os resultados desta pesquisa permitiram compreender a importância que a manifestação da comunicação não verbal tem na satisfação no local de trabalho, nomeadamente, o quanto os comportamentos não verbais associados ao domínio e à hesitação impactam na satisfação no local de trabalho dos participantes do sexo masculino, por exemplo. Este estudo constitui um ponto de partida para que os gestores de recursos humanos possam identificar e perceber através da comunicação não verbal como a satisfação no local de trabalho é afetada e, a partir deste ponto, trabalhar os fatores que potenciarão a performance dos seus colaboradores e colaboradoras.
en
In an organization, non-verbal communication is an indicator of workplace satisfaction, which consequently has an impact on the achievement of goals and individual / group performance. Due to the lack of literature on the subject, the present study explores the relationship between non-verbal communication and workplace satisfaction considering the most frequent non-verbal behaviours in men and women. For the empirical analysis, two questionnaires previously prepared by other authors were adapted into one, applying it to employees of only one organization (N = 125; 28% male and 72% female). The results of this research allowed us to understand the importance that the manifestation of non-verbal communication has in satisfaction in the workplace, namely, how much nonverbal behaviours associated with dominance and hesitation impact on satisfaction in the workplace of male participants, for example. This study is a starting point for human resource managers to identify through non-verbal communication how satisfaction in the workplace is affected and, from this point on, work on the factors that will enhance the performance of their employees.

Palavras-chave

Estereótipos de género
Gender stereotypes
Comunicação não verbal
Satisfação no local de trabalho
Workplace satisfaction
Non-verbal communication

Acesso

Acesso restrito. Solicitar cópia ao autor.

Ver no repositório  
Voltar ao topo