Teses e dissertações

Doutoramento
História, Estudos de Segurança e Defesa
Título

Propaganda americana, regime salazarista e diplomacia pública: a “United States Information Agency” (USIA) em Portugal durante a Guerra Fria (1953-1968)

Autor
Duarte, Olga Maria Oliveira
Resumo
pt
O fim da II Guerra Mundial, em 1945, deu origem a uma nova ordem nas relações internacionais, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e os Estados Unidos da América (EUA). Durante grande parte do século XX, os responsáveis pela política norte-americana, fazendo uso da propaganda como uma ferramenta para aproximar as audiências internacionais dos valores do sistema democrático, e como forma de convencer o mundo da sua capacidade de liderança internacional e luta contra o comunismo soviético, levaram a cabo vários programas de cooperação técnica, económica, cultural e científica, que envolveram vários departamentos e agências estatais e privadas. Uma dessas agências foi a USIA United States Information Agency. Criada em 1953 pelo presidente Eisenhower, conduziu a diplomacia pública de suporte à política externa dos EUA por todo o mundo, inclusive em Portugal. Para compreendermos melhor o que levou à criação da USIA e às operações de propaganda do governo dos EUA, que envolveram atividades ideológicas no exterior, temos de recuar até à I Guerra Mundial e ao Committee on Public Information (CPI), durante a administração de Woodrow Wilson, depois até à II Guerra Mundial, na presidência de Franklin Roosevelt com o Office of War Information (OWI), para chegarmos à United States Information Agency (USIA), no período da Guerra Fria, o objeto de estudo do nosso trabalho. Centrando a nossa atenção no período de criação da agência (1953), e no período de grande mudança política em Portugal, o Estado Novo, sob a governação de Salazar (1968), procuramos com esta investigação, compreender de que forma o governo americano agiu, por meio da USIA, usando a propaganda disfarçada de diplomacia pública, para influenciar, ou não, a opinião pública portuguesa.
en
The end of World War II in 1945 gave rise to a new order in international relations, the Union of Soviet Socialist Republics (USSR) and the United States of America (USA). During much of the twentieth century, those responsible for American politics, making use of propaganda as a tool to bring international audiences closer to the values of the democratic system, and as a way to convince the world of its international leadership capacity and struggle against Soviet communism, carried out various programs of technical, economic, cultural and scientific cooperation, which involved various departments and state and private agencies. One of these agencies was the USIA Unit ed States Information Agency. Created in 1953 by President Eisenhower, it conducted public diplomacy in support of US foreign policy throughout the world, including in Portugal. To better understand what led to the creation of USIA and the US government's propaganda operations, which involved ideological activities abroad, we have to go back to World War I and the Committee on Public Information (CPI), during Woodrow Wilson's administration, then to World War II, under Franklin Roosevelt's presidency with the Office of War Information (OWI), to reach the United States Information Agency (USIA), during the Cold War period, the object of our work. Focusing our attention on the period of the creation of the agency (1953), and on the period of great political change in Portugal, the Estado Novo, under the governance of Salazar (1968), we seek with this research to understand how the American government acted, through the USIA, using propaganda disguised as public diplomacy, to influence, or not, the Portuguese public opinion.

Data

08-jun-2020

Palavras-chave

Diplomacia
Estado novo
Relações Internacionais
Guerra Fria
Propaganda política
Public diplomacy
United States Information Agency (USIA)
Relações Estados Unidos da América-Portugal
United States of America-Portugal relations
História de Portugal -- 1953-1968
História dos Estados Unidos da América -- 1953-1968

Acesso

Acesso livre

Ver no repositório  
Voltar ao topo