Notícias

Investigação • 18 abr 2017
E se, dentro em breve, não houver profissões?

Como configurar um sistema de educação e formação profissional para o futuro onde, com elevada probabilidade, vamos ter exigências, contextos de atuação e tipos de competências que nem sequer constam ainda da nossa zona de suspeitas atuais? O Mosaico de Competências, conceito com enfoque especial nesta discussão, é uma mistura harmoniosa, interdependente e de interferência positiva de diversos tipos de competências.

No IV Congresso Nacional da Formação Profissional, a decorrer no ISCTE-IUL a 20 de abril de 2017, vão procurar respostas a estas questões. O objetivo central é a partilha de opiniões, experiências e conhecimentos dos especialistas na área da formação profissional em Portugal. Pretende-se projetar as apostas sobre novas constelações de competências, novos caminhos e configurações que o sistema de formação deve adotar para garantir uma resposta mais eficaz.

Esta é uma iniciativa conjunta do Forma-te, ISCTE-IUL, McDonald´s e TAP Portugal e o tema deste ano centra-se nas "Competências e Sustentabilidade: Transformar e evoluir". Sílvia Silva, José Neves e Andreia Garcia da BRU-IUL (Business Research Unit), fazem parte da comissão organizadora do evento.

O congresso contará com a participação de Vera Rodrigues, HR Bussiness Partner da SONAE MC, Paulo Duarte, responsável pelos 16 cursos oferecidos pelo centro de formação da McDonald’s, e Maria José Roseira, gestora de formação no departamento de planeamento da formação dos CTT, entre outros.

Inscrições abertas: https://www.forma-te.com/inscricao_congresso.php

Para mais informações sobre o programa pode consultar o site do evento em http://www.cnfp.pt/home

Voltar ao topo