Doutoramento

Acreditações

Logótipo da A3ES

Acreditado
6 Anos
17 jan 2020
Registo DGES
Registo inicial R/A-Ef 1024/2011 de 18-03-2011
Registo de alteração
Contactos

Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES)

Gestão de Doutoramentos
 Edifício Sedas Nunes (Edifício I), sala 2W6d
doutoramentos.cies@iscte.pt
(+351) 210 464 195
2.ª f - 6ª f, 10:00 - 13:00 / 14:30 - 18:00

Candidatar
Leccionado em Português

O corpo docente e de conferencistas integra académicos e especialistas portugueses e estrangeiros, incluindo juristas e economistas, antigos ministros, peritos e decisores políticos de alto nível. A equipa que garante a coordenação das atividades e a lecionação das cadeiras obrigatórias integra professores da Escola de Sociologia e Políticas Públicas e professores visitantes. 

Para além dos membros da equipa docente, participam ainda nas atividades de investigação e de orientação de teses os restantes investigadores doutorados do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia com trabalhos realizados na área das políticas públicas.

Corpo Docente para (2020/2021)

Seminário de Projecto de Investigação em Políticas Públicas | Seminário de Projecto de Investigação em Políticas Públicas
  Pedro Adão e Silva (Lisboa, 1974) é professor auxiliar do departamento de ciência política e políticas públicas e o atual Diretor do Doutoramento em Políticas Públicas. É professor no ISCTE-IUL desde 2007, tendo-se licenciado em Sociologia, também no ISCTE, em 1997. Concluiu o doutoramento em Ciências Sociais e Políticas no Instituto Universitário Europeu, em Florença, em 2009, com uma tese sobre a europeização das políticas sociais. Integra a Direção do CoLABOR - Laboratório colaborativo para o Trabalho, Emprego e Proteção Social e é vice-presidente do IPPS-IUL. 
Metodologias em Políticas Públicas: Pesquisas Exemplares | Políticas Públicas Europeias e Internacionais
Helge Jörgens é Professor Auxiliar no Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa e Investigador Integrado no CIES-IUL - Centro de Investigação e Estudos de Sociologia. Licenciou-se em Ciência Política na Freie Universität Berlin, Alemanha, em 1994. Concluiu o doutoramento em Ciência Política também na Freie Universität Berlim em 2010. Entre 2010 e 2016 foi Professor Associado no Departamento de Ciência Política e Ciências Sociais da Freie Universität Berlin e Director Gerente do Centro de Investigação de Política do Ambiente (FFU). As áreas de interesse incluem as política do ambiente, da energia e do clima, o papel e a influência de burocracias internacionais, e a difusão e transferência de políticas públicas.
Análise e Desenho de Políticas Públicas
Doutorado em Sociologia (Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL). Professor Auxiliar Convidado do Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas (ESPP) do ISCTE-IUL. Investigador do Centro de Investigação e Estudos em Sociologia (CIES/ISCTE-IUL). Consultor da Casa Civil do Presidente da República. Desempenhou as seguintes funções: Secretário de Estado da Educação do XVIII Governo Constitucional; Diretor-Geral do Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE); Coordenador do Plano Tecnológico da Educação (PTE); Presidente do Grupo de Trabalho sobre Estatísticas da Educação e Formação do Conselho Superior de Estatística; Diretor, em exercício, do Gabinete de Informação e Avaliação do Sistema Educativo (GIASE); Diretor-Adjunto do Gabinete de Informação e Avaliação do Sistema (GIASE); Diretor do Observatório da Inovação e Conhecimento (OSIC-UMIC).
Estado e Mercado: Debates Contemporâneos
Maria Asensio é professora associada convidada no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (IUL) e investigadora integrada no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL). É licenciada em Sociologia pela Universidad Complutense de Madrid (1992), Mestre em Ciências Sociais pelo Centro de Estudos Avançados em Ciências Sociais (CEACS) do Instituto Juan March de Estudios e Investigaciones (Madrid) (1994) e Doutora em Ciências Políticas e Sociologia pela Universidad Autónoma de Madrid (2001). É Doutora Membro do Instituto Juan March de Estudios e Investigaciones (Madrid), Membro da Rede Espanhola de Política Social e sócia da Associação Portuguesa de Ciência Política. Entre 1997 e 2012 foi investigadora do Instituto Nacional de Administração (INA). Tem lecionado na Universidade de Coimbra (2001-2008), na Universidade de Évora (2008-2011) e no ISCSP-UL (2011-2018). Desde 2012 é Investigadora Principal da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública. Tem participado em diversos projetos de Investigação na área das políticas públicas, sendo de destacar o projeto financiado pela Norface (2014-2018): “Healthdox: The Paradox of Health State Future”, onde tem participado como investigadora principal. 
Metodologias em Políticas Públicas: o Método Comparativo | Tese em Políticas Públicas | Tese em Políticas Públicas
Tiago Fernandes (PhD European University Institute, Florence, 2009) is associate professor (with habilitation) in the department of political science and public policy and a researcher of the Center for International Studies (CEI) at the University Institute of Lisbon – ISCTE (Portugal). He works on the politics of democracy, social movements and civil society, with a regional specialization on Southern Europe (https://ciencia.iscte-iul.pt/authors/tiago-fernandes/cv). Before coming to ISCTE, he was for twenty years in the faculty of Nova University of Lisbon, where he taught in the departments of sociology and political studies, was director of graduate studies and head of the department of political studies, and served in the directive board of the Portuguese Institute of International Relations (IPRI).  His most recent publications are Civil Society, Democracy, and Inequality: Cross-Regional Comparisons (1970s-2010s), Special Issue, Comparative Politics (2017) (co-edited); Memories and Movements. The Legacy of Democratic Transitions in Contemporary Anti-Austerity Protest (Oxford University Press, 2017); Late neoliberalism and its discontents: Comparing crises and movements in the European periphery (Palgrave-Macmillan, 2016) and Democracy, Institutions and Political Culture: Southern Europe, 1970s-2010s, Lisbon, Francisco Manuel dos Santos Foundation, 2019 (co-authored); Varieties of Democracy in Southern Europe, 1968-2016: A Comparison of France, Italy, Greece, Portugal, and Spain (Social Sciences Press, Lisbon, 2018) and Forty-Five Years of Democracy in Portugal: Achievements and Prospects, Lisbon, Portuguese Parliament, 2020 (co-edited). Together with Staffan Lindberg of the Varieties of Democracy Institute of the University of Gothenburg, he directs the project Varieties of Democracy in Southern Europe, which focuses on the causes and consequences of democratization in the region from the 1960s to the present and is funded by the Francisco Manuel dos Santos Foundation (https://www.v-dem.net/en/regional-centers/southern-europe/). He also coordinates the Portuguese team of the project Disobedient Democracy, led by Danijela Dolenec at the University of Zagreb and funded by the Swiss National Science Foundation, which looks at the causes and patterns of protest in the Southwest and Southeast regions of Europe (https://disdem.org/). He is also a non-resident fellow at the Center on Social Movement Studies (Scuola Normale Superiore, Florence) and head of the Varieties of Democracy Regional Center for Southern Europe. He was a visiting scholar at Princeton University, the Juan March Foundation (Madrid) and the Kellogg Institute for International Studies at the University of Notre Dame (USA) and is the recipient of the Gulbenkian Foundation award for the best article in the social sciences and the Best PhD Dissertation prize of the Portuguese Political Science Association. Before starting his academic career, he took a BA in Sociology (minors in History and Philosophy) and an MPhil in Historical Sociology at Nova University of Lisbon and an MPhil in Social and Political Sciences at the European University Institute (Florence). He also passed the national examinations for the diplomatic service at the Portuguese Ministry of Foreign Affairs, where he briefly attended the attaché training course (1997).
Contactos
Candidatar
Voltar ao topo