Mestrado

Acreditações

Logótipo da A3ES

Acreditado
6 Anos
07 abr 2020
Registo DGES
Registo inicial R/A-Ef 1053/2011 de 18-03-2011
Registo de alteração R/A-Ef 1053/2011/AL01 de 04-03-2016 | R/A-Ef 1053/2011/AL02 de 05-05-2017
Contactos

Período de aulas

Ínicio 21 set 2020
Fim 28 mai 2021

Propinas estudantes UE (2020/2021)

1.ºAno 2500.00 €
2.ºAno 1250.00 €

Propinas estudantes fora da UE (2020/2021)

1.ºAno 3500.00 €
2.ºAno 1600.00 €
Candidatar
Leccionado em Português

O mestrado em Economia Monetária e Financeira tem a duração de dois anos, correspondentes à obtenção 120 créditos ECTS, repartidos entre 60 em unidades curriculares obrigatórias e 6 em optativas e 54 na dissertação ou trabalho de projecto.

Para os alunos com menos preparação na área de economia, são oferecidas, antes do começo das aulas, duas Unidades Curriculares preparatórias e facultativas de “Introdução à Economia Monetária e Financeira” e de “Introdução à Econometria”.

Estudar no estrangeiro

Os alunos têm a opção de fazer o segundo semestre do primeiro ano ou o segundo ano numa universidade estrangeira, ao abrigo do programa Erasmus+ ou dos protocolos bilaterais do Iscte com universidades estrangeiras.

A candidatura à universidade estrangeira é feita no primeiro ano letivo, em outubro ou, preferencialmente, em fevereiro/março.

O Iscte tem protocolos bilaterais com mais de 150 universidades em todo o mundo, das quais destacamos, a título exemplificativo, algumas com formação relevante na área do mestrado: University of Ljubljana (Eslovénia), Fundação Getúlio Vargas (Brasil), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Brasil), Universidade de São Paulo (Brasil), Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil), University of Massachussetts (Boston, USA), Ryerson University (Canadá), e Lingnan University (Hong Kong).

Mais informações podem ser obtidas aqui.

Plano de Estudos para 2020/2021

Unidades Curriculares Obrigatórias
1 Ano | 1 Semestre
Economia Monetária Internacional Avançada
Português
6.0 ECTS
Finanças das Empresas
Português
6.0 ECTS
Macroeconometria I
Português
6.0 ECTS
Macroeconomia e Análise de Conjuntura
Português
6.0 ECTS
Política Monetária e Mercados Financeiros
Português
6.0 ECTS
1 Ano | 2 Semestre
Bancos e Outras Instituições Financeiras
Português
6.0 ECTS
Dinâmicas Sectoriais e Mercado de Capitais
Português
6.0 ECTS
Macroeconometria II
Português
6.0 ECTS
Produtos Financeiros Derivados
Português
6.0 ECTS
2 Ano | 1 Semestre
Dissertação em Economia Monetária e Financeira
Português
54.0 ECTS
Seminário de Investigação em Economia Monetária e Financeira
Português
6.0 ECTS
2 Ano | 2 Semestre
Dissertação em Economia Monetária e Financeira
Português
54.0 ECTS

Optativas recomendadas

Os alunos podem fazer uma Unidade Curricular optativa de 6 ECTS.

As optativas recomendadas para este mestrado são:

2.º semestre

01571 | Finanças Internacionais (opt. Econ.) - Inglês (IBS | Fin)

02125 | Fundamentos Económicos nos Mercados Financeiros – Português (ECSH | EconP)

O funcionamento das unidades curriculares optativas está sujeito a um número mínimo de inscrições.

Para além das UC optativas recomendadas para este mestrado (ver em baixo no título “Optativas Recomendadas”), os estudantes podem escolher qualquer UC optativa oferecida pelos mestrados do Iscte. A título exemplificativo, outras UC optativas disponíveis na área científica do mestrado são:
• M6801 - Políticas Macroeconómicas - Português (Escola de Ciências Sociais e Humanas - ECSH |Economia Política - EconP)

• M6902 - Sistemas de Financiamento de Economia Solidária - Português (ECSH |EconP)

• 02778 - Financiamento do Empreendedorismo Empresarial: Connect To Success - Português (Escola de Gestão - EG | Finanças - Fin)

• 03322 - Economia dos Bancos e dos Mercados Financeiros - Inglês (EG | Economia – Econ)

• 01928 - Teoria e Política Monetária - Inglês (EG | Econ)

• 01917 - Estratégia Financeira - Inglês (EG | Fin)

• M8139 - Gestão de Carteiras de Investimentos - Inglês (EG | Fin)

• 00563 - Gestão de Risco - Inglês (EG | Fin)

• M1631 - Empreendedorismo e Criação de Empresas - Inglês (EG | Gestão Geral)

• 02148 - Tópicos em Economia Industrial - Inglês (EG | Econ)

• M8656 - História do Pensamento Económico - Inglês (EG | Econ) 

• M3507 - Métodos de Previsão - Inglês (EG | Estatística e Análise de Dados)

• M9121 | Informática para Economia e Gestão - Inglês (ISTA | IAp)

Objetivos

O objetivo principal deste mestrado é estudar o sistema bancário e os mercados financeiros.

Aos mercados e às instituições financeiras chegam diariamente fluxos de informação de natureza macroeconómica, de natureza sectorial e empresa a empresa. Este mestrado procura analisar a forma como essa informação é processada pelos profissionais da área e o resultado que decorre em termos do equilíbrio nos vários mercados financeiros. Os mercados obrigacionista, acionista e cambial são estudados em detalhe e existe uma unidade curricular exclusivamente dedicada ao mercado de produtos financeiros derivados.

A política monetária e a sua transmissão por via do sistema bancário recebem especial destaque devido ao papel determinante que têm para a evolução da economia, em geral, e dos mercados financeiros, em particular. Da mesma forma, estuda-se o impacto da divulgação de nova informação macroeconómica e da publicação de estudos sobre os vários sectores da atividade económica.

O mestrado visa proporcionar o desenvolvimento das seguintes competências:

  • conhecimento e compreensão dos principais conceitos e ideias da teoria macroeconómica e da sua importância para a análise da evolução da economia e dos mercados financeiros;
  • conhecimento e compreensão do sector bancário português;
  • conhecimento e compreensão das principais estratégias de política monetária;
  • conhecimento e compreensão da relação entre as dinâmicas sectoriais e os mercados financeiros;
  • conhecimento e compreensão do funcionamento dos mercados financeiros, das instituições financeiras, e das principais técnicas de valorização dos ativos financeiros (incluindo produtos financeiros derivados);
  • conhecimento e compreensão das fontes de dados e dos indicadores relevantes neste domínio disciplinar, bem como das principais técnicas estatísticas e econométricas disponíveis;
  • capacidade de utilizar conhecimentos teóricos, fontes estatísticas e métodos empíricos em contextos novos, designadamente na definição de estratégias de investimento financeiro e de estratégias de atuação das instituições financeiras face aos riscos decorrentes da evolução macroeconómica e sectorial;
  • capacidade de utilizar os conhecimentos adquiridos para, em face das flutuações económicas e financeiras existentes, fazer propostas sobre a estrutura de financiamento desejável das empresas e avaliar a viabilidade económica dos seus projetos;
  • capacidade de avaliar o impacto das medidas de política monetária sobre os mercados financeiros e sobre a economia em geral;
  • capacidade prática de usar, de maneira rigorosa, as fontes bibliográficas da especialidade (livros e revistas);
  • capacidade de trabalhar em grupo para a resolução coletiva de problemas e de elaborar argumentos fundamentados teórica, lógica e factualmente;
  • capacidade de comunicar, de uma forma clara e sem ambiguidades, as suas análises e conclusões, bem como os conhecimentos e os raciocínios subjacentes, tanto a especialistas da área monetária e financeira como a não especialistas;
  • capacidade de prosseguir a aprendizagem ao longo da vida, de modo predominantemente auto-orientado e autónomo;

Estas competências são desenvolvidas nas várias unidades curriculares que compõem o mestrado. Cada uma das competências acima descritas tem correspondência em competências que uma ou mais das unidades curriculares pretende desenvolver. As competências que cada unidade curricular pretende desenvolver estão elencadas na respetiva Ficha de Unidade Curricular. A correspondência entre as competências a desenvolver por cada unidade curricular e o respetivo programa também se encontra na Ficha de Unidade Curricular. As matérias enunciadas no programa de cada disciplina são avaliadas em trabalhos individuais, trabalhos de grupo, testes e exames. A dissertação também constitui uma ferramenta de avaliação.

Dissertação / Trabalho de Projeto

A atribuição do grau de Mestre exige a realização de uma dissertação de âmbito científico, correspondente a 54 créditos. A dissertação é orientada por um professor especialista na área e é objeto de apreciação e discussão pública, perante um júri nomeado para o efeito.

A título exemplificativo, apresentamos as seguintes dissertações realizadas no âmbito do Mestrado:

Contactos
Candidatar
Voltar ao topo