Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação

Contactos
Candidate-se 

Corpo Docente para (2018/2019)

Estágio em Comunicação e Cultura | Dissertação em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação | Dissertação em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação
Publicidade, Inovação e Criatividade
Média e Opinião Pública | Média e Opinião Pública | Métodos de Análise de Multimédia | Práticas Discursivas
Doutoramento em Ciências Sociais (especialização em Sociologia Política) pelo Instituto de Ciências Sociais (Universidade de Lisboa). Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação (ISCTE-IUL). Licenciatura em Sociologia (ISCTE-IUL).   Docente no Mestrado em ‘Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação’ (ISCTE-IUL), na Pós-Graduação em ‘Indústrias e Culturas Criativas: Gestão e Estratégias’ (ESCS-IPL), na Licenciatura em ‘Audiovisual e Multimédia’ (ESCS-IPL), e na Licenciatura em ‘Relações Públicas e Comunicação Empresarial’ (ESCS-IPL).   Foi Docente no Doutoramento em ‘Estudos de Comunicação: Tecnologia, Cultura e Sociedade’ (FCT), no Mestrado em ‘Empreendedorismo e Estudos da Cultura’ (ISCTE-IUL), no Mestrado em ‘Audiovisual e Multimédia’ (ESCS-IPL), e na Pós-Graduação em ‘Marketing Musical’ (ISCSP-UL).   É Investigador Associado no CIES-IUL, Centro de Investigação e Estudos em Sociologia.   Foi Director do ICML, Instituto de Comunicação e Media de Lisboa   Integra a acção COST CA17135 - Constitution-making and deliberative democracy. Representou Portugal no Management Committee da acção COST IS0807, e foi Investigador nas acções COST A14 ‘Government and democracy in the information age’, A20 ‘The Impact of the Internet on the Mass Media in Europe’, e IS0807 ‘Living in Surveillance Societies’.   É autor publicado em livros científicos internacionais e nacionais (em regime de co-autoria de artigos e posfácio), e em revistas científicas internacionais e nacionais.   É Advisory Editor da revista cientifica internacional OBS*, do OberCom, Observatório da Comunicação, publicação da qual foi igualmente Journal Manager.   É reviewer das revistas científicas internacionais ‘Journal Of Communication’ (School for Communication and Journalism, University of Southern California), ‘New Media & Society’, e ‘OBS*’ (OberCom, Observatório da Comunicação). É reviewer da revista científica nacional ‘Comunicação Pública’ (ESCS-IPL).  
Análise e Projeções Demográficas
Professora Auxiliar no ISCTE-IUL e CIES. Concluiu o Mestrado e o Doutoramento na área da Demografia pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Autora de 20 artigos científicos e 10 capítulos de livro na área da demografia, em particular sobre:  fecundidade, contracepção, mortalidade, migrações e projecções demográficas.
Pesquisa de Terreno
Desenho da Pesquisa
Docente ISCTE-IUL e investigadora no CIES; doutorada em sociologia com especialização sobre arte e cultura em paralelo com  abordagens biográficas e de memórias bem como estudos visuais. Prepara a entrega das provas de agregação académica no primeiro semestre de 2019. No ISCTE-IUL foi ainda co-fundadora do Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação. É membro da Associação Portuguesa de Sociologia e colaborou com o Observatório das Atividades Culturais.  Autora de numerosa produção e com assiduidade em conferências inter/nacionais, tem cerca de 170 apresentações mais 20 moderações, uma parte das quais com diversidade de enquadramentos. No exterior, a participação em conferências internacionais e encontros europeus corresponde a 30% daquele total, com presença em vários países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Reino Unido, Suécia, Rússia, Canadá e Estados Unidos. Tem 6 livros, incluindo dissertações, um em co-autoria e como editora, perto de 30 capítulos de livros e praticamente o mesmo quanto a artigos em revistas bem como relatórios de projetos. A que se acrescentam  pelo menos quatro de grandes projetos em participou como consultora. De 2008 a 2017, ainda produziu 14 working-papers com peer-review; 13 apresentações em sessões abertas e workshops de investigação no ISCTE-IUL. Noutros espaços programou e realizou 24 formações (cursos e workshops) sobre abordagens biográficas, remembrance, arte, cultura, património e Europa. Artigos anteriores e algumas recensões apareceram em revistas nacionais (Sociologia – Problemas e Práticas, Análise Social, Cadernos de Ciências Sociais, Forum Sociológico Ler História), para além de títulos já não ativos mas a citar pela sua relação com arte, cultura, ciência e politica (OBS – Revista do Observatório das Actividades Culturais. Vértice, Risco, Revista de Ciência, Tecnologia e Sociedade; Arte & Leilões, Phala, World Futures). Na passagem de 80 para os anos 90, também integrou a direção do CIES e o conselho de redação da revista Sociologia – Problemas e Práticas assim como, a partir de 2002, o conselho editorial da Trajetos. Revista de Comunicação, Cultura e Educação. Desde 2012, é membro do comité científico da revista Cambio. Rivista sulle Trasformazioni Sociali, publicada pela Firenze University Press – Universidade de Florença, Itália (http://www.fupress.com/cambio). A relação com a Cambio começou com a publicação em 2012 nessa revista de um artigo sobre Norbert Elias e sociologia contemporânea dos indivíduos.  Agora prepara próximos livros para publicação em 2019 (coleção LV E-books, Lisboa), que reunem e atualizam estudos anteriores: Reconhecimento em Arte: Problemática, Mediações, Elites, sobre Portugal e com uma secção sobre o o palco global; Receção da Arte e Literacia Cultural; Andy Warhol com Leonardo: de Monalisa a Cristo; Il Cavallo de Leonardo: História, Imaginário e Legados. Ainda: Falar da Vida. Biografia, Memória e História; e Reencontro com a pintora Sarah Affonso (1º vol. de uma trilogia sobre a singularidade em arte).  Além da ligação académica, desde 1997 integrou júris e comissões para o setor cultural, entre as quais, em 2015, Comissão de Apreciação de Candidaturas ao Programa de Apoio à Internacionalização das Artes promovido pela Direção-Geral das Artes, Secretaria de Estado da Cultura. Em 2004-06, igualmente membro da Comissão de Acompanhamento do Programa Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian.  Entre participações institucionais e públicas, importa a co-autoria do Relatório Final: Forum Educação para a Cidadania: Objectivos Estratégicos e Recomendações para Um Plano de Acção de Educação e de Formação para a Cidadania, publicado pelo Ministério da Educação, online desde 2008. O Forum, decorreu em 2006-08, como iniciativa da Presidência do Conselho de Ministros com Ministério da Educação, e coordenado por um administrador da Fundação Calouste Gulbenkian.  Em 2017 promoveu no ISCTE-IUL a criação dos Encontros sobre Experiências Culturais, co-coordenados por representantes do ISCTE-IUL (CIES, Dinâmia’Cet), Universidade de Évora (CHAIA), e gestão cultural. Interinstitucionais e interdisciplinares, encontros com a voz de profissionais, para conhecimento e debate, no leque de micro/macro casos, instituições e projetos em áreas da política, gestão, criação, mediação e intervenção cultural ou artística. Cada encontro, aberto ao público, com uma experiência comentada por convidados. De 19 de Abril de 2017 a 1 de março de 2019 realizaram-se 12 sessões que acolheram instituições (Fundação de Serralves, Teatro Nacional D.Maria II, Teatro Aberto, Museu das Comunicações, Casa da Cerca/Centro de Arte Contemporânea em Almada), festivais («Todos» e «Lavrar o mar»); uma plataforma para a criação/edição digital em arte contemporânea («Wrong-Wrong»); um espaço dedicado à música contemporânea (Miso Music Portugal que gere o «O'Culto da Ajuda»); e um ciclo sobre o património ainda em curso com especialistas nas áreas da conservação. e dinamização (ex. de Spira e do Laboratório Hércules na Universidade de Évora). Além de comentadores do ISCTE (CIES, Dinâmia’Cet), outros vieram das Universidades de Coimbra, Évora e Lisboa. Neste caso, do Instituto de Ciências Sociais; da Faculdade de Letras/Centro de Estudos de Teatro; e do Instituto Superior Técnico/Faculdade de Arquitetura). Aque se juntaram mais participantes da Universidade Nova (FCSH/IHA-Instituto de História da Arte) e Unversidade Aberta.  Relativamente ao palco europeu, participou em projetos, em particular conduzidos pelo ERICarts - The European Institute for Comparative Cultural Research, de que foi membro co-fundadora nos anos 90. Desenvolve desde 2006 uma linha sobre a Europa contemporânea em perspetiva cultural e iconográfica com que se candidatou ao  "Altiero Spinelli Prize for Outreach: Spreading Knowledge about Europe" promovido pela Comissão Europeia em 2017.Setting the Soul. Europe and Culture in dialogue with Images / Fixar a Alma. Europa e Cultura em Diálogo com Imagens foi o projeto nessa candidatura, agora para publicação em livro.  É membro da Europeana Network Association e foi candidata ao seu Board nas últimas eleições (dezembro de 2018). Desde 2014 colaborou igualmente com a AIAM – Amitiés Internationales André Malraux, com sede em Paris.    (NB: Perfil a completar com mais elementos)      
Marketing Político
Principais competências - Investigações nas áreas de Marketing Desportivo, Retalho, Marca e Novas Tendências de Marketing. Competências profissionais - Direção do Departamento de Marketing, Operações e Gestão Geral durante 6 anos; Membro do Comité Científico do Laboratório de Investigação de Marketing Aplicado - Marketing FutureCast Lab Ambições - Desenvolvimento de atividades de investigação que façam a ligação entre o conhecimento científico e as necessidades da sociedade nos domínios da investigação a que me dedico.
Estudos Críticos em Média e Jornalismo | Redes Sociais Online
Globalização, Arte e Cultura | Organizações, Profissões e Criatividade | Sociologia da Arte
Televisão e Sociedade
Globalização, Arte e Cultura | Práticas Discursivas
Questões Contemporâneas da Comunicação e da Cultura
Métodos Avançados de Análise de Dados | Métodos de Análise de Dados
Doutoramento em Sociologia, na área de Teoria e Método. É professora associada com agregação do ISCTE-IUL. Diretora da Pós-graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais do ISCTE-IUL. Leciona e coordena diversas unidades curriculares de Estatística e Análise de Dados em cursos de Mestrado e de Doutoramento. É investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do ISCTE-IUL. Linhas de investigação: Métodos quantitativos, multivariados e de interdependência para explorar variáveis categorizadas, privilegiadamente desenvolvidos pela Escola de Leiden: Análise de Correspondências Múltiplas (ACM) e análise não-linear em Componentes Principais (CatPCA); métodos de dependência para variáveis categorizadas (CATREG); modelos multinível; análise longitudinal com multinível; modelos de medida (análise factorial confirmatória); modelos de equações estruturais; modelação com moderação e com mediação e métodos de estimação bootstrapping. Coordena e lecciona diversas unidades curriculares de métodos de análise de dados em Mestrado e em Doutoramento.
Geopolítica dos Média
Assistente convidada no ISCTE-IUL. Investigadora Integrada e Gestora de Ciência no Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL. Assistente Editorial no Portuguese Journal of Social Science. Doutoramento em História, Estudos de Segurança e Defesa sobre análise crítica do discurso da justificação normativa da União Europeia como actor de gestão de crises (ISCTE-IUL). Mestrado em European Political and Administrative Studies pelo College of Europe (Bruges), e pós-graduação em Estudos Clássicos (Universidade de Lisboa). Interesses de investigação: União Europeia, Política Comum de Segurança e Defesa, Geopolítica, discurso político, comunicação social, análise crítica de discurso, Pós-Estruturalismo, Construtivismo, Ciências da Comunicação.
Análise de Redes em Ciências Sociais
Gestão das Indústrias Criativas | Políticas Públicas da Cultura
www.jorgebarretoxavier.com Foi Secretário de Estado da Cultura, diretor-geral das Artes, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Oeiras, diretor e programador do Lugar Comum - centro de experimentação artística, presidente do Clube Português de Artes e Ideias, diretor da Bienal de Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo, diretor da Bienal de Jovens Criadores dos Países Lusófonos, consultor da Fundação Calouste Gulbenkian, do Centro Cultural de Belém, da Fundação de Serralves; foi membro de diversas redes internacionais na área da cultura e educação É licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, pós-graduado em Gestão das Artes pelo Instituto Nacional de Administração, tem o Diploma de Estudos Avançados em Ciência Política da Universidade Nova de Lisboa.
Culturas Digitais, Fãs e Web 2.0 | Desenho da Pesquisa | Teorias em Média e Comunicação
Recepção, Fruição e Públicos da Cultura
José Soares Neves é doutorado em Sociologia da Comunicação, da Cultura e da Educação (ISCTE). É investigador integrado no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) e Professor Auxiliar Convidado no Departamento de Sociologia do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL).Investigador permanente e coordenador de projetos do Observatório das Actividades Culturais (OAC) durante a sua existência (1996 a 2013). Presidente do Grupo de Trabalho sobre Estatísticas da Cultura (GTEC) do Conselho Superior de Estatística (2006 a 2010). Investigador ou coordenador em diversos projetos nos campos da sociologia da arte e da cultura e das políticas culturais e nos domínios das indústrias culturais (música e livro), das artes do espetáculo, da leitura e dos museus. Diretor do Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC).
Análise de Arquivos e de Outras Fontes Documentais
História Oral
Gestão dos Meios de Comunicação Social
Estudos Críticos em Média e Jornalismo | Redes Sociais Online
Jornalista e especialista em comunicação digital, é doutorando em Ciências da Comunicação e mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação pelo ISCTE-IUL. É investigador assistente no CIES-IUL e no Obercom, diretor executivo do Mestrado em Gestão de Novos Media, foi coordenador da Pós- Graduação em Jornalismo ISCTE-IUL/ Media Capital entre 2013 e 2018 e é assessor da direção e vogal do conselho técnico-pedagógico do Cenjor. É docente no ISCTE-IUL, na pós-graduação em Marketing Digital do IPAM e formador do Cenjor (desde 2001) e da ETIC. Foi jornalista em vários diários nacionais e diretor, diretor editorial e publisher de diversas revistas e projetos online. Recebeu uma dezena de distinções nacionais e internacionais com projetos online e multimédia.
Análise de Conteúdo com Programas Informáticos | Análise de Indicadores Estatísticos
História e Imagem
Consultar http://paulomiguelmartins.wordpress.com/
Política e Regulação dos Média
Susana de CARVALHO SPÍNOLA é doutorada em Comunicação e é Professora Auxiliar convidada no ISCSP e Investigadora Associada no CAPP - ISCSP - U Lisboa . De 1991 a 2015 é docente no INP - Instituto Superior de Novas Profissões e teve uma passagem de 16 anos pela Universidade Católica Portuguesa. É doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade CEU Cardenal Herrera, Valencia na qual recebeu o Prémio de Excelência Doutoral. Integra o comité científico do MARPE network que congrega um consórcio de 8 universidades europeias, bem como foi membro do consórcio europeu organizador do ERASMUS programa intensivo sobre "Public Relations: Governamental Relations and Lobbying in an European perspective". Membro de comités científicos em conferências internacionais, como da ECREA - European Communication Research and Education Association, da EUPRERA - European Public Relations Education and Research Association ou do Observatório Beyond the Line, da Universidad Cardenal Herrera - CEU. Integra redes de investigação europeias, tem diversos artigos e capítulos livros no âmbito das teorias das relações públicas, public affairs e lóbi, diplomacia pública, relações públicas estratégicas e educação na área da comunicação organizacional. É membro do think tank "Lóbi" da APCE e membro da Sopcom.
Comunicação Política (Ch) | Participação Política e Poder na Era Digital | Práticas Discursivas
Susana Santos é investigadora integrada no CIES-IUL e professora auxiliar convidada no departamento de Sociologia, Escola de Sociologia e Políticas Públicas. Doutorada em Sociologia (2012) pelo ISCTE-IUL. é mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação (2007) e licenciada em Sociologia (2002). Dirige uma investigação dedicada ao estudo da formação de elites transnacionais, focando-se na formação académica e profissional de jovens advogados. No ensino dedica-se ao estudo da formação de esferas públicas em diferentes contextos, com particular interesse pela produção discursiva, apoiando os estudantes ao nível de mestrado no desenvolvimento das suas pesquisas.
Desenho da Pesquisa | Dinâmicas Sociais da Internet | Literacia dos Novos Média | Métodos de Inquirição Online
Tiago Lapa exerce funções como professor auxiliar e investigador integrado no CIES-IUL, na área da comunicação, no Departamento de Sociologia da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Coordena e/ou lecciona unidades curriculares de 1º, 2º e 3º ciclo nas áreas da sociologia da informação e das redes, comunicação e métodos de inquirição online. Tem cerca de 10 anos de experiência no ensino académico na área das sociologia e das ciências da comunicação, tendo leccionado unidades curriculares como Sociologia da Comunicação, Teorias da Comunicação e Competências Comunicacionais no ISCTE-IUL mas igualmente noutras instituições nacionais, como a ESECS do Instituto Politécnico de Leiria e a Universidade Europeia. É igualmente nesta área que tem efetuado orientações de mestrado e doutoramento, colaborado como revisor em publicações e participa em programas COST e Erasmus+ e em redes científicas de âmbito internacional como o World Internet Project e o European Media Coach Initiative, relacionados com os estudos da internet, a divisão digital e a literacia dos novos media. Também pertence ao conselho consultivo do Centro Internet Segura da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). O produto do seu trabalho científico tem sido publicado em formato de livros, capítulos e artigos em revistas indexadas de circulação internacional.  
Políticas Europeias para os Média
Voltar ao topo