Aliança PIONEER

A Aliança PIONEER, de que o ISCTE faz parte, é um consórcio composto por dez universidades candidatas à Iniciativa Universidades Europeias.

São membros da Aliança Pioneer, além do Iscte, a University Gustave Eiffel (FR) (coordenadora), Avans University of Applied Sciences (NL), Laurea University of Applied Sciences (FI), TH Köln - University of Applied Sciences (DE), University of Huelva (SP), IUAV University of Venice (IT), University Tomas Bata in Zlìn (CZ), a University of Zilina (SK), bem como a Bern University of Applied Sciences (CH) enquanto parceira associada.  Estas universidades têm por objetivo a cocriação de um campus transnacional europeu e a dinamização de atividades conjuntas de educação, pesquisa e inovação, bem como  informarem políticas públicas sobre o futuro das cidades, no intuito de dar resposta a necessidades dos cidadãos europeus, de acordo com as prioridades definidas pela União Europeia: o Pacto Ecológico, as 100 cidades neutras em termos de emissões de carbono, as estratégias regionais de especialização inteligente, a transformação digital e a ciência aberta.

Nas atividades da Aliança Pioneer estão abrangidos, pelo menos parcialmente, sete dos temas programáticos e estruturantes da agenda europeia: transição urbana, vulnerabilidade, inclusão e saúde nas cidades; cidades sustentáveis e resilientes; transição digital; mobilidade, transição energética e natureza nas cidades. Estes programas temáticos estão delineados de modo abrangente, com vista a promover o trabalho académico inter e transdisciplinar, fazendo uso de diferentes tradições metodológicas, suscetíveis de se constituírem em efetivas agendas de ensino e investigação.

O campus europeu PIONEER basear-se-á no princípio da abertura: a Aliança PIONEER é concebida como uma aliança para todos, estudantes, pessoal docente e não docente, para que todos possam beneficiar da oportunidade de estudar ou trabalhar no estrangeiro, de descobrir novas culturas e de participar em projetos e estruturas comuns. O campus europeu aberto permitirá aos estudantes desenvolver três conjuntos de competências: linguísticas (ser capaz de estudar e trabalhar numa língua estrangeira), interculturais (capacidade de colaborar com estudantes e professores de diversas origens) e internacionais (alargar os seus conhecimentos através de abordagens comparativas em toda a Europa). O campus aberto PIONEER será também um ambiente onde os estudantes poderão deliberar e pôr em prática os valores europeus (democracia, direitos humanos e sustentabilidade). Esta educação promoverá a cidadania europeia e reforçará a empregabilidade dos estudantes e do pessoal docente e não docente em toda a Europa.

No âmbito da Aliança Pioneer (https//pioneer-aliance.eu), o Iscte é coordenador de um conjunto de projetos de que fazem parte algumas das universidades parceiras:

  • Projeto MANAGIDITH (managidith.eu) O Managing Digital Transformation in the Health Sector (ManagiDiTH) é um projeto de quatro anos, lançado em janeiro de 2023 e financiado pela União Europeia, com o objetivo de criar um novo currículo de mestrado que dote os profissionais de saúde das competências necessárias para desenvolver serviços digitais no sector da saúde. O projeto será desenvolvido num projeto transnacional e intersectorial em 2023-2026, e é liderado pelo Iscte - Instituto Universitário de Lisboa. O consórcio do projeto venceu o concurso europeu de Competências Digitais Avançadas, do programa Europa Digital lançado pela Comissão Europeia, gerido pela HADEA. Além do Iscte, o consórcio inclui Laurea University of Applied Sciences, Aristothelio Panepistimio Thessalonikis, Gustave Eiffel University / ESIEE Paris, Instituto de Telecomunicações, Whymob, Lda, Clinipower Finland Ltd, Mundiserviços - Companhia Portuguesa de Serviços e Gestão, Lda. O ManagiDiTH Master tem três componentes principais: Competências no sector da saúde, Competências sociais e Competências digitais. Na componente de Competências Digitais, os alunos podem escolher entre dois ramos possíveis: Data Science ou  Interoperabilidade, de acordo com o seu interesse e perfil de formação. A organização curricular compreende um total de 90 ECTS correspondentes a três semestres de formação.

 

 

  • Projeto InCITIES (https://incities.eu/) - Coordenado pelo Iscte,  InCITIES é um projeto de três anos (outubro de 2022 - setembro de 2025) que visa alcançar as transformações das Instituições de Ensino Superior e do seu ecossistema envolvente centrado nas necessidades de inclusão, sustentabilidade e resiliência das cidades. Aborda os desafios europeus-globais das cidades com um foco específico nos países do alargamento (i.e. Portugal e Eslováquia), permitindo-lhes ultrapassar barreiras estruturais, socioculturais, económicas, políticas e institucionais. Universidades parceiras. Universidade Gustave Eiffel (FR), TH Koln (GE), Laurea (FN) e UNIZA (SK).
Voltar ao topo