Funcionamento

Como funciona o Projeto de Mentorado PALOP (Buddy Mentoring)?

O Projeto de Mentorado PALOP (Buddy Mentoring) funcionará em grupos de mentores que terão que frequentar uma UC de formação especifica para mentores (Buddy Mentoring), que é certificada, e terão o apoio regular do GAA.

Posteriormente é feito uma escolha entre o estudante que já frequenta o ISCTE-IUL (mentor(a)) e o novo estudante PALOP (mentorando(a)) para que se estabeleça uma relação de proximidade, em que o primeiro acompanhará o segundo nos seus primeiros tempos no ISCTE-IUL.

Todo este processo será acompanhado por uma equipa, englobando formação, reuniões de acompanhamento e outras iniciativas.

Mentores (estudantes que já frequentam o ISCTE-IUL) que queiram apoiar e acompanhar com responsabilidade e disponibilidade a integração dos futuros estudantes dos PALOP. Esta inscrição deve ser conscienciosa, uma vez que a colaboração ativa neste projeto envolve a participação em diferentes atividades ao longo do ano que exigem alguma capacidade de gestão de tempo.

Mentorandos (estudantes recém- chegados dos PALOP) - os estudantes que estejam interessados em integrar este projeto e serem apoiados por estudantes que já frequentam o ISCTE-IUL para que lhes seja atribuído um mentor.

Quanto mais cedo nos fizeres chegar o teu interesse em integrar o projeto, mais rapidamente poderemos começar a apoiar!

Quais os benefícios para os Mentores?

Os mentores têm a possibilidade de:

  • Desenvolver direta e indiretamente atitudes e competências em planeamento e organização de atividades (de apoio e entreajuda aos novos alunos);
  • Reforçar e/ou descobrir recursos e estratégias pessoais, de comunicação, resolução de problemas, e interação e decisão;
  • Desenvolver espírito de equipa, solidariedade e de liderança;
  • Intervir na vida académica e constatar os efeitos positivos da sua contribuição.

E os benefícios para os Mentorandos?

Os mentorandos têm a possibilidade de:

  • Aumentar com maior rapidez e menor dificuldade as estratégias para lidar com os problemas que vão surgindo;
  • Partilhar e resolver dificuldades ao nível da integração na faculdade, métodos de estudo e adequação vocacional;
  • Desenvolver a sua autonomia mais facilmente.

Para mais informações contactar:

SAS/ISCTE-IUL

 

Voltar ao topo