Ferramentas para ensino à distância

No âmbito das medidas adotadas pelo Iscte, a partir de dia 12 de março, inclusive, onde deixam de ser dadas aulas presenciais e estando previstas serem substituídas por modalidades de ensino à distância, torna-se fundamental ter conhecimento dos diversos mecanimos de apoio a este tipo de ensino.

O Iscte dispõe de um conjunto de ferramentas destinadas ao ensino não presencial. Algumas destas ferramentas requerem o contacto via email entre os docentes e os estudantes, através do email institucional (Iscte) ou de mensagens/avisos no Fenix. Por isso, é muito importante a consulta regular do email institucional e do Fenix (campo “Comunicação” na página pessoal).

Descreve-se de seguida cada uma das ferramentas e indica-se o local onde podem ser consultados os manuais de utilização.

Em caso de dúvidas de utilização, contacte o iajuda.covid19@iscte-iul.pt.

English version

Zoom Colibri

A videoconferência compreende um conjunto de tecnologias de comunicação interativa, que permitem a colaboração simultânea entre dois ou mais locais, através da transmissão de vídeo e áudio.

A videoconferência é adequada a todas as situações de colaboração em tempo real em que dois ou mais participantes se encontrem separados geograficamente.

Diversas atividades podem obter vantagens desta tecnologia:

· Reuniões de trabalho de projetos nacionais ou internacionais;

· Apresentações de trabalhos de final de curso;

· Reuniões de júri (mestrados ou doutoramentos);

· Eventos com participação de plateia remota;

· Eventos com orador em local remoto;

· Aulas à distância.

A ZOOM tem uma sala de teste. Clique aqui para aceder.

O Iscte faculta aos seus docentes e estudantes o acesso à ferramenta de videoconferência Zoom (via FCCN). Esta ferramenta permite a realização de eventos (reuniões, aulas, etc...) com vários participantes em simultâneo, a partir de um computador, smartphone ou tablet. A ferramenta permite que a sessão seja moderada, dispondo de mecanismos simples para a interação docente-estudante.

Plataforma de e-learning (Blackboard)

O Iscte disponibiliza a toda a comunidade académica uma plataforma de gestão de ensino e de aprendizagem (plataforma de e-learning), que permite a gestão e distribuição de conteúdos académicos, bem como outras funcionalidades de comunicação e avaliação, entrega de trabalhos aos docentes com deteção de plágio, entre outras, complementando as atividades desenvolvidas presencialmente.

Esta ferramenta pode suportar modelos pedagógicos desenvolvidos num ambiente de trabalho tecnologicamente avançado, o que permite uma forte interação entre o(s) docente(s) e estudante(s), promovendo a aprendizagem cooperativa como metodologia na aquisição e avaliação de conhecimentos.

Na plataforma de e-learning (Blackboard) podem e devem ser disponibilizados os materiais de apoio às diferentes UC. Nesta plataforma, devem ser disponibilizados os eventuais links para as sessões de videoconferência, sendo possível o envio imediato de um email para todos os alunos inscritos na respetiva UC.

Fénix

O serviço Fénix permite aos utentes certificados - alunos, docentes, investigadores e funcionários e candidatos - do Iscte utilizar diversos serviços e funcionalidades de forma a simplificar o quotidiano de todos aqueles que estudam ou trabalham.

No âmbito das ferramentas de apoio para o ensino à distância, o Fénix disponibiliza aos seus utilizadores duas funcionalidades principais:

· Uma funcionalidade de comunicação que permite gerir o contacto entre os docentes e estudantes no âmbito das suas Unidades Curriculares;

· Uma funcionalidade de repositório de conteúdos que permite aos docentes disponibilizar conteúdos de diversos tipos (ficheiros, links, textos, etc.) aos estudantes das Unidades Curriculares que lecionam

VPN

É possível aceder a partir de casa aos recursos do Iscte através de VPN (Virtual Private Networking), estabelecendo uma ligação segura em túnel entre o computador pessoal e a rede do Iscte.

Ao estabelecer uma ligação privada virtual (VPN), o computador de casa comporta-se como se estivesse ligado fisicamente ao Iscte. Dessa forma, pode aceder a serviços cuja subscrição depende de os acessos serem realizados usando um endereço IP atribuído ao Iscte.

Entre esses serviços encontra-se o acesso ao conteúdo de muitas publicações científicas pesquisáveis através do serviço b-on (da FCCN) e a várias bases de dados.

Pode ainda aceder a outros serviços, como desktop remoto, através da configuração da VPN do Iscte.

Pode encontrar os manuais para a nova VPN nos seguintes links:

 

Voltar ao topo