Licenciatura

Acreditações

A3ES logo

Ver mais

Acreditado
6 Anos
31 jul 2022
Registo DGES
Registo inicial R/A-Cr 138/2022 de 11-07-2022
Registo de alteração R/A-Cr 138/2022/AL01 de 11-08-2023
Contactos
Escola de Tecnologias Aplicadas, Iscte-Sintra
Avenida Heliodoro Salgado nº 3 2710-569 Sintra
secretariado.sintra@iscte-iul.pt
210 464 360
9:30 - 18:00
Candidatar
Leccionado em Português
Tipo de ensino Presencial
“Verum scire est scire per causas” (Aristóteles) “O verdadeiro conhecimento é o conhecimento das causas“ (Aristóteles)


A aplicação das novas tecnologias nos serviços de saúde está a transformar o bem-estar das comunidades e o futuro da humanidade. Sabemos que, para melhorar os serviços de saúde, promover a equidade no acesso, e aumentar a eficiência e alcance dos tratamentos médicos, o caminho é digital. Nos tempos que correm, a oportunidade é enorme e os custos são relativamente modestos, não a podemos perder.   

As tecnologias digitais aplicadas à saúde não se destinam apenas ao desenvolvimento de equipamentos médicos ou de investigação clínica, implementação de sistemas de software complexos ou ao definitivo abandono do papel no contacto dos utentes com os serviços de saúde. As tecnologias digitais podem também servir para uma maior humanização da prestação de cuidados de saúde. Profissionais de saúde mais libertos de burocracia e menos dedicados à complexa gestão dos sistemas de informação em saúde, são profissionais necessariamente mais dedicados aos cidadãos, mais atentos às suas expectativas e mais capazes de uma prática clínica mais humanizada. É desta forma que as tecnologias digitais podem, efetivamente, trazer melhores resultados em saúde.

Este é o objetivo básico da Licenciatura em Tecnologias Digitais e Saúde. A Licenciatura irá promover a transmissão e disseminação de conhecimento científico através da recolha, armazenamento, análise, gestão, manutenção e sistematização da informação existente nas organizações de saúde. Dados dos utentes, métodos complementares de diagnósticos e terapêutica, equipamentos tecnológicos, processamento de faturas, recursos humanos, são apenas alguns dos tipos de dados que precisam de ser organizados em sistemas digitais seguros e funcionais. 

Os atuais sistemas de saúde são extremamente complexos e fragmentados. Só um conhecimento profundo e interdisciplinar das várias vertentes que os caracterizam permitirá melhorar a sua qualidade, eficiência, abrangência e sustentabilidade financeira. É na reunião de mentes da computação, ciência de dados, inteligência artificial, eletrónica, matemática e estatística, gestão e psicologia, que a inovação tecnológica pode florescer nesta área. É aí que nós entramos. 

Mensagem do(s) diretor(es)

O uso da inteligência artificial (IA), da tecnologia na nuvem, de sistemas de informação, aprendizagem máquina, de dispositivos conectados, de uma forma adequada e ética, leva os cuidados de saúde para um novo patamar, orientados para o cidadão, de uma forma contínua, intuitiva e disponível onde e quando os cidadãos precisarem. Mais ainda, podem contribuir na automatização dos trabalhos de rotina dos profissionais de saúde, na redução das filas de espera para determinados atos médicos, na redução dos elevados custos associados à prestação de cuidados de saúde, no apoio aos médicos nas tomadas de decisões diárias, e ainda na prevenção dos riscos relacionados com o financiamento e operações logísticas (rotas das ambulâncias, distribuição de medicamentos, desperdícios alimentares, cuidados ao domicílio).

O ano de 2020 foi cheio de surpresas, mas ficará incontornavelmente marcado pela pandemia da COVID-19. Este vírus, que abalou as estruturas de saúde do mundo inteiro, obrigando a adaptações e alterações profundas e rápidas, como não há memória em tempos mais recentes, acabou por se tornar, também, numa enorme oportunidade para a Ciência. A tecnologia abriu caminho para descobrir novas soluções na prevenção dos riscos na construção de modelos preditivos e prescritivos mas, mais importante, tornou possível a eliminação das barreiras geográficas que separam cientistas do mundo inteiro, reduzindo drasticamente o tempo de desenvolvimento de uma vacina eficaz contra a COVID-19. Este resultado de saúde, determinante para todos e todas nós, só foi possível graças à oportuna conjugação das tecnologias com a componente humana que este processo exigiu. 

A informação é um dos recursos mais abundantes e valiosos na área da saúde. Queremos dotar os estudantes de competências para planear e apoiar a digitalização dos serviços de saúde, para serem capazes de intervir na tomada de decisão baseada em dados, assegurar a interoperabilidade dos sistemas de informação nas organizações de saúde, permitindo assim elevar a qualidade da prestação dos cuidados de saúde.

Esperamos que deixes a tua marca, que tragas o teu contributo. Os problemas estão à espera da nossa resposta.

Candidatar

Informações Gerais

Duração
3 anos
Língua
Português
ECTS
180
Horário
Diurno
Provas de ingresso
Um dos seguintes conjuntos: Matemática A (19) OU Matemática A (19) e Biologia e Geologia (02) OU Matemática A (19) e Português (18)
Nota do último colocado *
136.60
Tipo de ensino
Presencial
1.ºAno 697.00
2.ºAno 697.00
3.ºAno 697.00
1.ºAno 7000.00
2.ºAno 7000.00
3.ºAno 7000.00
* Informação para o ano letivo de 2022/2023
** Informação para o ano letivo de 2024/2025
Contactos
Escola de Tecnologias Aplicadas, Iscte-Sintra
Avenida Heliodoro Salgado nº 3 2710-569 Sintra
secretariado.sintra@iscte-iul.pt
210 464 360
9:30 - 18:00
Candidatar
Voltar ao topo