Apoio de Emergência

Com o intuito de auxiliar os alunos que estejam a passar por dificuldades financeiras, decorrentes de alterações à situação socioeconómica do agregado no decorrer do ano letivo, o ISCTE-IUL criou os Apoios de Emergência, através do Regulamento n.º 410/2014, de 17 de setembro.

Em que consiste?
O Apoio de Emergência consiste num apoio pecuniário no montante que os alunos indiquem e comprovem necessitar, até ao limite da bolsa média do SAS no ano letivo em curso (em 2019/2020 esse valor é de cerca de 1700€).

Quem pode concorrer?
Todos os alunos inscritos no ISCTE-IUL no ano letivo da candidatura, quer sejam do 1.º ciclo ou do 2.º ciclo, que reunam os requisitos do art.º 6º do Regulamento.

Quando concorrer?
Os alunos podem concorrer entre setembro e 31 de maio.

Onde apresentar candidatura?
As candidaturas deverão ser apresentadas junto do SAS/ISCTE-IUL.

Que documentos são necessários apresentar?
Os documentos, que devem comprovar a situação socioeconómica apresentada, são geralmente indicados pelo Serviço de Ação Social, sendo os principais:

  • Documentos de identificação de todos os elementos que compõem o agregado (cartão de cidadão e/ou bilhete de identidade e/ou autorização de residência e cartão de contribuinte);
  • IRS do agregado e/ou isenção de IRS do ano anterior
  • Extratos de remunerações registadas na segurança social (elementos do agregado com 17 ou mais anos)
  • Comprovativos de despesas (encargos com habitação – renda ou empréstimo);
  • Comprovativo de doença;
  • Comprovativo de divórcio;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de óbito
  • Outros documentos que se entendam por pertinentes.


Todos os candidatos deverão elaborar um Requerimento de Pedido de Apoio de Emergência, a juntar aos documentos de candidatura, dirigido ao Senhora Reitora do ISCTE, fundamentando o pedido e indicando o montante que necessitam.

Para mais informações, devem os alunos contactar o SAS. 

Voltar ao topo