Notícias

institucional • 10 dez 2019
IBS no pódio das melhores escolas de gestão portuguesas do Financial Times

A Iscte Business School está no pódio das melhores escolas de gestão em Portugal. Esta é a terceira vez consecutiva que a Escola marca presença no ranking europa publicado pelo Financial Times.

A Iscte Business School (IBS) integra, pelo terceiro ano consecutivo, o ranking europeu do Financial Times, que avalia as melhores escolas de gestão do continente europeu. O ISCTE subiu ao pódio nacional, sendo agora a terceira melhor escola de gestão em Portugal depois de ultrapassar a Porto Business School, que passou a surgir na 67ª posição.

Maria João Cortinhal, diretora da Iscte Business School, afirma que “a IBS está a conquistar um crescimento notável nos últimos anos face à qualidade do seu ensino e do seu sistema científico, os quais têm dado importantes contributos para o sector financeiro e empresarial português, desde logo ao nível de quadros superiores”, sublinhando ainda que a IBS continuará “a investir para nos afirmarmos internacionalmente, aproximando-nos mais das escolas de topo a nível mundial”.

A tabela publicada pelo Financial Times contempla 14 indicadores que avaliam a qualidade das escolas em cinco categorias principais: MBA Globais, MBA Executivos, Formação Executiva, Mestrados em Gestão e Faculdade. Portugal, em conjunto com a Irlanda, a Itália e a Suíça, é o sétimo país europeu com mais escolas de gestão representadas. As restantes universidades portuguesas que integram o ranking são a Católica Lisbon SBE, a Nova SBE e a Porto Business School. Para serem elegíveis, as escolas têm de respeitar diversos requisitos, sendo o mais importante a detenção de uma das duas principais acreditações internacionais de escolas de gestão – a AACSB ou a EQUIS. A IBS obteve a AACSB em 2016.

Nos indicadores do ranking do Financial Times, o Iscte destaca-se pela “Progressão do Salário” dos alunos de mestrado em gestão entre o momento da graduação e o que atingem três anos depois no mercado de trabalho. Com uma diferença cifrada em 77%, o Iscte detém a 7ª posição a nível europeu neste indicador decisivo para as carreiras profissionais. Já no capítulo respeitante à “Igualdade de Género” o Iscte está em primeiro lugar em Portugal, e tem uma das melhores classificações a nível europeu nesta categoria.

Para mais informações sobre os rankings do Financial Times, ver aqui.

Voltar ao topo