Notícias

Investigação • 15 fev 2017
Ativismo. ‘Rebeldes’ com uma causa.

Todos nós temos um sonho. Um sonho em que os direitos humanos são respeitados, as crianças não morrem de fome, as mulheres são tratadas com dignidade, os homossexuais não são discriminados, em que a justiça é justa... É preciso transformar sonhos em realidades e essa é a missão dos ativistas que procuram promover a mudança em contextos de injustiça, desigualdade e desumanidade.

‘Activisms in Africa’ é uma iniciativa montada por um grupo de investigadores do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL em parceria com outras instituições. Uma ideia que se transformou num projeto a longo prazo. Se na conferência internacional foi possível reunir investigadores, ativistas, profissionais do terreno, representantes das artes, das ONG’s, e associações que trabalham diretamente com as populações em território africano e nacional, hoje as iniciativas multiplicam-se e a rede do ativismo em África promete manter o tema em debate.

No Largo Café Estúdio, no Intendente, uma vez por mês, reuniram-se já algumas dezenas de pessoas para debater temas diversos suscitados pela apresentação de um documentário e os comentários de um especialista que define o mote da discussão. O programa de debates Activisms in Docs tem programação de março a dezembro de 2017, no mesmo local, e estão já elencadas várias outras iniciativas que permitirão constituir uma rede de investigação.

Este grupo crescente de investigadores e instituições parceiras está já a trabalhar na constituição, a médio prazo, de um Observatório que verse não só pelas políticas de mudança e restabelecimento da justiça e equidade na defesa dos direitos humanos, mas igualmente promova a transferência de conhecimento e sinergias para ações futuras.

Todas as informações sobre as iniciativas Activisms in Africa aqui.

Contacto:  activismsinafrica.cei@iscte.pt

Voltar ao topo
Aviso de cookies
Este portal utiliza cookies e outras tecnologias na navegação do site ...