Docentes

Fernando Brito e Abreu é doutorado em Engenharia Informática pelo IST/UTL e professor associado do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE-IUL, onde dirige o Mestrado em Informática e Gestão (MIG), sendo membro do Concelho Científico do ISCTE-IUL em representação da Unidade de Investigação ISTAR-IUL. Anteriormente foi professor auxiliar do Departamento de Informática da FCT/UNL, tendo exercido também funções docentes no ISEGI/UNL (atualmente NOVA IMS), IST/UTL, ISEG/UTL e na Academia da Força Aérea. Foi ainda professor convidado do Département Informatique da École des Mines de Nantes durante uma década, no âmbito do mestrado europeu EMOOSE. Nessas universidades foi / tem sido responsável e lecionado disciplinas de 1º ciclo (Engenharia de Software, Análise de Sistemas, Conceção e Desenvolvimento de Sistemas de Informação, Programação Orientada a Objetos, Introdução à Programação), 2º ciclo (Arquiteturas de Software, Desenho de Software Orientado a Objetos, Qualidade do Produto e do Processo, Metodologias de Investigação) e 3º ciclo (Engenharia de Software Experimental). Foram concluídas, ou estão em fase de conclusão, cerca de 30 dissertações (incluindo 7 doutoramentos) sobre sua orientação. Foi investigador no Grupo de Engenharia de Software do INESC Lisboa, no centro de investigação CITI (Centro de Informática e Tecnologias da Informação) da FCT/UNL e posteriormente foi um dos fundadores da unidade de investigação ISTAR-IUL no ISCTE-IUL, onde criou e liderou o grupo de Software Systems Engineering, em que permanece atualmente. Promoveu a celebração de vários protocolos de investigação aplicada / transferência de tecnologia e/ou colaboração entre: (i) INESC e Marinha Portuguesa, (ii) CS/03 e itSMF Portugal, (iii) NAV EPE e FCT/UNL, (iv) SINFIC e FCT/UNL, (v) Turismo de Portugal e ISCTE-IUL e (vi) GEOTA e ISCTE-IUL. Para além de projetos financiados e desenvolvidos no âmbito desses protocolos, tem coordenado equipas de investigação em vários projetos científicos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e outros projetos de extensão universitária, como por exemplo com os Correios de Portugal, a Portugal Telecom ou a Assembleia da República. Produziu perto de duas centenas de textos científicos e técnicos, incluindo artigos em revistas como: Science of Computer Programming, Journal of Systems and Software, IEEE Latin America, Object Expert, Computer Standards & Interfaces, ERCIM News, Personal Computer World, L'Objet, Qualirama, Sistemas de Informação e Interface. O seu trabalho é citado perto de 2800 vezes (h-index 23), de acordo com o Google Scholar. Foi pioneiro em Portugal na Engenharia de Software Empírica com o seu grupo de investigação QUASAR (QUantitative Approaches in Software engineering And Reengineering). Entre as suas propostas estão o conjunto MOOD (Metrics for Object Oriented Design), atualmente utilizado na indústria de software e a abordagem Metamodel Driven Measurement (M2DM). Esta última permite a formalização abstrata de métricas sobre um metamodelo de domínio usando OCL, uma linguagem de especificação de restrições que faz parte do UML. O M2DM foi aplicado em vários domínios (por exemplo, desenho orientado a objetos, desenvolvimento baseado em componentes, modelação de processos de negócios, modelação de infraestruturas de TI). É desde 2014 editor associado da revista Software Quality Professional da American Society for Quality, delegado português na IFIP TC2 (Software: Theory and Practice) e membro da equipa técnica do modelo de processo MPS.BR, largamente usado no Brasil. Tem sido revisor regular em várias revistas, conferências e workshops internacionais, bem como avaliador de projetos de investigação. Tem servido regularmente na montagem de eventos científicos internacionais, como membro do comité administrativo (steering committee), presidente, vice-presidente ou membro da comissão organizadora, da comissão de programa e de outras comissões, palestrante (keynote speaker), apresentador de seminários (tutorial speaker), coordenador ou membro de painéis e outras sessões técnicas. Foi também presidente da CS/03 (Comissão Sectorial para a Qualidade nas Tecnologias de Informação e Comunicações), do Instituto Português da Qualidade, durante 8 anos (2000-2007), no âmbito da qual foi um dos criadores e impulsionadores da conferência internacional QUATIC, atualmente na sua 12ª edição.
Francisco Monteiro is an Assistant Professor at the Dep. of Information Science and Technology at the University Institute of Lisbon and a researcher at Instituto de Telecomunicações in Lisbon, Portugal. He received his Eng. degree and MSc in 1998 and 2003 respectively, both from IST, University of Lisbon, where he then became a Teaching Assistant. He obtained his PhD degree from the University of Cambridge (UK) in 2011. He has been a visiting scholar at the University of Toronto (Canada) in 2007/2008 (4 months), was a visiting researcher at Lancaster University (UK) in 2014 (1 month), and was a sabbatical visiting researcher in the Centre for Wireless Communications of the University of Oulu, Finland (5 weeks), and at University Popeu Fabra, Barcelona (also 5 weeks), both in 2019. He has won two best paper prizes awards at IEEE conferences (2004 and 2007), a Young Engineer Prize from the Portuguese Engineers Institution in 2002 (Ordem dos Engenheiros), and for two years in a row was a recipients of Exemplary Reviewer Awards from the IEEE Wireless Communications Letters (in 2014 and in 2015). He co-edited the book "MIMO Processing for 4G and Beyond: Fundamentals and Evolution", published by CRC Press / Taylor and Francis Group, in 2014. He has authored some invited papers in IEEE conferences and he was a Keynote Speaker at the DARNEC conference, Istanbul, 2015. He acts as a frequent reviewer for a number of IEEE journals and conferences, and has been serving in the organising committees of relevant IEEE and EURASIP conferences (tutorial chair and organising a number of special sessions). In 2016/2017 he was the Lead Guest Editor of a special issue on Network Coding of the EURASIP Journal on Advances in Signal Processing. In 2018 was a General Chair of ISWCS 2018 - The 15th International Symposium on Wireless Communication Systems, an IEEE major conference in wireless communications.
José André R. S. Moura obteve em 1989, a licenciatura em Engenharia Electrónica e Telecomunicações, pela Universidade de Aveiro. No período compreendido entre 1989 e 2000, ele desempenhou a função de Gestor de Projectos na EFACEC, Sistemas de Electrónica. Nesta função, ele participou em vários Projectos Nacionais e Internacionais, relacionados com Sistemas Automáticos de Aquisição, Supervisão e Controlo Remoto de Sistemas de Produção, Transporte e Distribuição de Energia Eléctrica. Entre 2000 e 2002, ele trabalhou como investigador no INESC-Porto, desenvolvendo o paradigma Virtual Home Environment no âmbito de um Projecto Europeu. Em 2001, ele obteve o grau de Mestrado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, na área de Redes de Computadores. Desde 2001, ele leciona no ISCTE-IUL diversas Unidades Curriculares, na área de Redes de Computadores. Em 2011, ele obteve o grau de Doutor em Ciências pela Universidade de Lancaster, Reino Unido. Neste contexto, ele estudou algoritmos para assegurar a utilização ótima de recursos da infraestrutura de rede, bem como, a satifação de um determinado nível de qualidade no acesso à rede de dispositivos terminais com mobilidade. Desde 2011, ele é Professor Auxiliar no ISCTE-IUL. Ele é também investigador no Instituto de Telecomunicações, Lisboa. Os seus interesses na investigação incluem Redes sem Fios, Teoria de Jogos, Virtualização, e Redes Definidas por Software. 
Manuela Aparicio foi professora auxiliar no Departamento de Ciências e Tecnologia de Informação no ISCTE-IUL, Instituto Universitário de Lisboa desde 2017 até 2019. Anteriormente desempenhou funções de assistente convidada no ISCTE desde 2004 até 2017. A Manuela é professora auxiliar na Information Management (Nova IMS), Universidade Nova de Lisboa e investigadora, desde 2017 até ao presente. A Manuela é doutorada pela Universidade Nova de Lisboa em Gestão de Informação. Ela é mestre em Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais pelo ISCTE-IUL. Os seus interesses de investigação incluem a avaliação de sistemas de informação, de um modo especial na implementação e uso de sistemas de informação organizacionais e e-learning. Ela realizou um estudo bibliométrico referente a evolução conceptual do e-learning e propôs dois modelos de negócio massive online open courses (MOOCs). A sua investigação está publicada em revistas científicas, nomeadamente na Information & Management, Journal of Educational Technology & Society, Internet and Higher Education, Computers in Human Behavior entre outras. Ela é membro profissional da ACM (Association for Computer and Machinery), ela é chair do EuroSIGDOC/ACM chapter e pertence ao ACM Women.
O Professor Pedro Ramos é Professor Associado do ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa. É doutorado em Ciências e Tecnologias da Informação, Mestre em Sistemas de Informação de Gestão. Entre 1999 3 2013 coordenou mestrados na área de Sistemas de Informação. Coordena disciplinas na área de sistemas de informação em diversas licenciaturas. Tem experiência no desenvolvimento de sistemas informáticos em diversas organizações empresariais e tem participado regularmente em projectos europeus financiados