Semana do Mar

Se queremos ir mais depressa, vamos sozinhos. Mas se queremos ir mais longe, vamos juntos”. (Provérbio popular)

Vai decorrer a Semana do Mar no ISCTE-IUL, de 20 a 23 de maio de 2019. Os objetivos desta iniciativa são para sensibilizar a comunidade para a correta deposição dos resíduos, em especial as beatas de cigarro e plásticos descartáveis. Trata-se de uma ação positiva, educativa e de cidadania, à qual o ISCTE-IUL se associa e promove junto da sua comunidade académica.

 

1. Programa

 

20 de maio (segunda-feira, 15h45, Bar da AEISCTE-IUL)

Formação-Ação: Lixo Marinho

Ação dinamizada pela Sónia Ell, promotora do projeto "Quando+1=-1" que explica como uma fórmula matematicamente errada pode ajudar a salvar o Planeta. Tem como tema principal o lixo marinho que, enquanto mergulhadora, apanha no mar e toda a explicação de como podem ser prejudiciais para os animais marinhos. Consciencialização para a mudança de comportamentos e a criação de hábitos sustentáveis.

Clique aqui para se inscrever

 

21 de maio (terça-feira, 14h00, ETAR de Alcântara)

Visita à Fábrica da Água de Alcântara

“Para onde vão as beatas de cigarro quando lançadas ao chão? “Será dado a conhecer através de uma visita guiada uma das maiores Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) existente em Portugal. Esta instalação tem a capacidade para tratar águas residuais de cerca de 800 mil habitantes da cidade de Lisboa. A ETAR de Alcântara foi distinguida com o Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura de 2013.

Clique aqui para se inscrever

 

22 de maio (quarta-feira, 11h00, Pátio do edifício I)

# Plogging

Iniciativa promovida pelo projecto "Quando+1=-1", ISCTE-IUL e CML, que pretende sensibilizar a comunidade académica para a problemática da incorreta deposição das beatas de cigarro e plásticos no chão. Uma forma de aliar a atividade física a boas práticas ambientais. Para participar apenas será necessário um recipiente reutilizado, roupas confortáveis e recolher beatas e plásticos no trajeto dos transportes públicos até ao ISCTE-IUL.

Clique aqui para se inscrever

 

23 de maio (quinta-feira, 14h30, Cais das Colunas)

# Trashtag challenge

Consciencializar os participantes para a necessidade de boas práticas de gestão de resíduos. #Trashtag challenge - Como funciona? A Câmara Municipal de Lisboa identificou previamente um local que necessita de ser limpo. A CML, o ISCTE-IUL e o Projeto “Quando +1 = -1” realizarão a limpeza do local com registo fotográfico do local antes e após a intervenção e partilha nas redes sociais.

Clique aqui para se inscrever


2. Contexto

O objetivo desta semana é sensibilizar os cidadãos para os perigos de deitar lixo para o chão, em particular plástico ou as beatas de cigarros, que inevitavelmente chegarão ao mar. Estes resíduos tóxicos flutuantes entram no circuito de águas através, por exemplo, dos coletores de águas residuais, contaminando os afluentes e inevitavelmente confluindo no mar, com consequências nocivas para os ecossistemas marinhos e, portanto, na cadeia alimentar. Práticas como a generalização do gesto de deitar uma beata de cigarro para o chão representam uma séria ameaça à conservação da biodiversidade, nesta incluindo a saúde das pessoas.

A iniciativa é organizada em parceria do ISCTE-IUL (Sustentabilidade e Desporto) com o projeto “Quando + 1 é = - 1”[1] e a Câmara Municipal de Lisboa (CML). A Semana do Mar é particularmente pertinente nesta altura considerando o contexto seguinte:

  • As propostas de alterações ao Regulamento de Gestão de Resíduos, Limpeza e Higiene Urbana apresentado pela CML dia 10 de janeiro de 2019, sobre a revisão das coimas e novas contraordenações aplicáveis a quem lança beatas de cigarro para o chão;
  • As iniciativas mundiais de sensibilização e mobilização dos cidadãos, como por exemplo, a greve dos estudantes contra as alterações climáticas e a generalização, nas redes sociais, do uso do #trashtag;
  • A Campanha “Vamos Limpar a Europa” promovida por toda a Europa e que consiste na organização, (por parte de equipas de voluntários, e com o apoio de uma entidade coordenadora nacional ou regional), de ações de limpeza de espaços públicos;
  • A celebração do dia Internacional da Biodiversidade, dia 22 de maio, que pretende alertar a população para a necessidade e importância da conservação da diversidade biológica.

Dia 22 de maio vai decorrer uma ação de recolha de resíduos durante uma caminhada (#plogging) entre o Campus do ISCTE-IUL e as instalações da Câmara Municipal de Lisboa no Campo Grande. As beatas de cigarros recolhidas com a ajuda dos materiais cedidos pela associação Missão Beatão e serão simbolicamente entregues nas instalações da CML. O destino final é a valorização energética.

Esta ação terá ainda o objetivo de estimar a quantidade de beatas de cigarros (em quilos) que se encontram no chão da capital. Desta maneira pretende-se quantificar a dimensão do problema, ao mesmo tempo com a intenção de promover boas práticas, educando a comunidade sobre o local onde devem sempre apagar e colocar a beata de cigarro.

[1] Projeto começou em 2018, fundado por Sónia Sousa Ell, que no seu tempo livre faz mergulho para recolher lixo do mar.

 

3. Objetivos

  • Contribuir para a concretização do ODS 12 – Produção e Consumo Sustentáveis e o ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos;
  • Reconhecer a responsabilidade das instituições públicas enquanto agentes de transformação e mobilização social;
  • Aumentar a consciencialização e mudança de comportamentos da comunidade académica e sociedade em geral sobre a correta gestão dos resíduos, em especial, beatas de cigarro e plásticos descartáveis nos espaços públicos;
  • Partilhar boas práticas de gestão dos processos de suporte e operações do campus.

logos
Voltar ao topo