Gabinete de Aconselhamento ao Aluno (SAS/GAA)

O Serviço de Ação Social dispõe de um Gabinete de Aconselhamento ao Aluno (SAS/GAA) que tem como objetivos a promoção do bem-estar e o apoio a todos os estudantes nos processos de ensino, aprendizagem e desenvolvimento pessoal.

O SAS/GAA centra a sua atividade no apoio à integração do estudante e no trabalho de prevenção, através da realização ao longo do ano letivo de vários workshops, de programas de desenvolvimento de competências académicas e pessoais especificas para os diferentes ciclos de estudo e de atividades de promoção de estilos de vida saudáveis, bem como no aconselhamento (counseling) pontual ao estudante que necessite de um apoio imediato na resolução de um problema de cariz académico ou pessoal.

Compete ainda ao SAS/GAA avaliar os pedidos de apoio psicológico e encaminha-los para serviços internos ou externos, sempre que tal se justifique. Esta é uma avaliação de carácter inicial e breve e é feita através do seguinte procedimento:

     i. O estudante solicita um agendamento através do e-mail sas.gaa@iscte-iul.pt, indicando o número de estudante, endereço de correio eletrónico para o qual pretende ser contactado e a sua disponibilidade;

     ii. É-lhe agendada uma entrevista de triagem para avaliação da situação e dos objetivos de ajuda pretendidos pelo mesmo. Conforme o problema apresentado será feito o encaminhamento para os serviços mais adequados.

    iii. Os estudantes bolseiros do SAS/Iscte têm acesso gratuito ao apoio psicologico. Mais informações através do e-mail sas.gaa@iscte-iul.pt .


Este folheto tem indicações sobre o que podes fazer antes, durante e depois dos exames para atenuares este sentimento.
Aproxima-se a época de exames e a inquietação com a quantidade de matéria que tens de estudar, os trabalhos de grupo e as avaliações tende a aumentar. É normal sentires-te ansioso e pressionado pelas pessoas que te rodeiam, pela família, ou por ti próprio. Podes sentir dificuldade na concentração, em pensar com clareza, em dormir ou mesmo em comer. A ansiedade dos exames é normal, mas se a tensão aumentar excessivamente pode bloquear-te e prejudicar o teu desempenho.



Ao longo da vida passamos por diversas transições que nos podem causar entusiasmo ou o inverso, sentimentos de incerteza e insegurança, sendo o ingresso na Universidade uma dessas transições. A entrada no Ensino Superior traz alguns desafios, implica adaptarmo-nos a novos ambientes, conhecer novas pessoas, lidar com novos colegas e novas exigências associadas ao trabalho académico.


A ansiedade é um sentimento humano normal. Todos nós sentimos ansiedade quando nos deparamos com situações que percecionamos como ameaçadoras ou difíceis. Se não nos sentíssemos ansiosos em determinadas situações, correríamos o risco de, por exemplo, cair de falésias ou de ficar debaixo de água até nos afogarmos. Deste modo, podemos considerar que níveis moderados de ansiedade têm um efeito adaptativo porque nos podem motivar para a realização de determinadas tarefas e, consequentemente, melhorar o nosso desempenho (por exemplo, a ansiedade antes dos exames aumenta o nível de adrenalina e de outras hormonas associadas ao stress no nosso corpo. Ficamos, por isso, mais alerta e o nosso pensamento é mais claro e focalizado). Níveis normais de ansiedade raramente são problemáticos, dado que, quando a situação stressante passa, rapidamente voltam ao normal. No entanto, quando a ansiedade é excessiva, somos invadidos por um sentimento de insegurança ou medo, sem fundamento real, que se prolonga no tempo e que nos impede de viver um dia-a-dia normal.

A depressão é um problema psicológico que pode afetar pessoas de todas as idades, e é caracterizada por um estado prolongado de tristeza, perda de interesse e/ou prazer, sentimentos de culpabilidade ou baixa auto-estima, alterações do sono e/ou apetite, baixa energia e baixos níveis de concentração.


Luto - Como lidar com a perda?

Ao longo da nossa vida enfrentamos diversas mudanças, separações e perdas. O luto é o processo natural de ajustamento emocional de uma perda. A morte de uma pessoa significativa pode ser uma das mais intensas formas de luto, mas a rutura de uma relação amorosa, a perda de um amigo próximo, o divórcio dos pais, a saída de casa dos pais, a perda de um animal de estimação pode ter um impacto e desencadear emoções similares à morte de alguém que é importante para nós.

As Perturbações Alimentares são alterações significativas no nosso comportamento alimentar, acompanhadas por um desequilíbrio psicológico grave, normalmente originado por problemas emocionais.

A Dependência

Vício ou dependência caracteriza-se por ser uma necessidade física ou psicológica de algo. Podemos ficar viciados em substâncias, como o álcool ou algum tipo de droga, ou em comportamentos, como jogar, roubar, praticar exercício físico, estar no computador ou até mesmo na alimentação.

É qualquer ato de violência, pontual ou contínua, cometida por um dos parceiros (ou por ambos) numa relação de namoro, com o objetivo de controlar, dominar e ter mais poder do que a outra pessoa envolvida na relação.

Guião A Violência no Namoro em Contexto Universitário

Este guião é especialmente dirigido à comunidade académica - designadamente aos/às estudantes universitários/as - e pretende constituir-se como um referencial de capacitação para a promoção da igualdade de género e para a prevenção e combate à violência de género, nomeadamente aquela que ocorre em contexto de intimidade.

A guerra afeta-nos a todos - Guia para gerir emoções

"É importante lembrar que todos reagimos de forma diferente a acontecimentos perturbadores e que cada um de nós tem capacidades e formas diferentes de lidar com emoções e sentimentos desagradáveis. Algumas pessoas conseguirão mais rapidamente sentir maior controlo das suas emoções, outras demorarão mais tempo. Algumas pessoas conseguirão fazê-lo sozinhas, outras precisarão de ajuda. Ambas as reações são respostas comuns à situação de crise que vivemos."

Back to top