Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

Contigente Geral

Para concorrer ao concurso nacional são abrangidos todos os estudantes que

  • tenham a nacionalidade portuguesa,
  • sejam nacionais de um estado membro da União Europeia,
  • vivam no país legalmente há mais de 2 anos (pode ser também o pai ou a mãe que vivam em Portugal há mais de 2 anos e cujos filhos passem a residir com eles), 

se incluir-se num destes casos, poderá candidatar-se ao concurso nacional.

Pode apresentar-se ao concurso o candidato que satisfaça cumulativamente as seguintes condições:

  • Ser titular de um curso de ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente;
  • Realizar, ou ter realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes pares instituição/curso a que vai concorrer;
  • Ter obtido em cada uma das provas de ingresso fixadas para esse par instituição/curso a classificação mínima fixada;
  • Ter satisfeito e ou realizado, conforme os casos, os pré-requisitos fixados para ingresso nesse par estabelecimento, se exigidos;
  • Ter obtido, na nota de candidatura, a classificação mínima fixada.

Estas condições são divulgadas anualmente no Guia de Candidatura, assim como o número de vagas a abrir para cada curso em cada instituição de Ensino Superior.

O concurso nacional realiza-se no final do ano lectivo e organiza-se em três fases, segundo o calendário anualmente aprovado. Para tal, o candidato deverá efectuar a sua candidatura.

Provas de Ingresso e Exames Nacionais

Para o ingresso ao Ensino Superior é necessário realizar os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes pares instituição/curso que pretende concorrer.

Em relação à sua validade, os exames nacionais podem ser utilizados como provas de ingresso no ano da sua realização e nos dois anos seguintes.

Pré-requisitos

Os pré-requisitos são condições de natureza física, funcional ou vocacional que assumem particular relevância para acesso a determinados cursos do Ensino Superior.

Pré-requisitos que exigem a realização de provas de aptidão física, funcional ou vocacional

Grupos C, G, I, K, M, P, R, V, Y e Z

É gerada uma Ficha Pré-requisitos cujo código de activação deverá ser utilizado no acto de candidatura.

Pré-requisitos que são de comprovação meramente documental

Grupos A, B, D, E, F, Q, U e X

Entregue pelo candidato no acto da matrícula e inscrição no Ensino Superior, no pares instituição/curso que os exige, caso ali venham a obter colocação

Mais informações, consulte:
http://www.dges.mec.pt/guias/preq.asp

Vagas

As vagas para cada curso em cada instituição de ensino superior são fixadas anualmente pelas próprias instituições, tendo em consideração os recursos de cada uma e subordinadas às orientações gerais estabelecidas pelo Ministro da Educação e Ciência, e divulgadas no portal da Direção-Geral do Ensino Superior antes do início da candidatura e através do Guia da Candidatura ao Ensino Superior Público e do Guia da Candidatura ao Ensino Superior Privado e Universidade Católica Portuguesa.

Calendário

O concurso nacional realiza-se no final do ano lectivo e organiza-se em três fases, segundo o calendário anualmente aprovado pela DGES.

Os candidatos poderão concorrer a várias fases do concurso. Contudo, é importante realçar que a colocação na 2ª ou na 3ª fases anula automaticamente a matrícula / inscrição da fase anterior.

Horário de atendimento em período de candidaturas: 10:00 — 16:00 (Sala 0S2)

Candidatura

De modo geral, o candidato deverá reunir os seguintes documentos para efectuar a sua candidatura:

  • Senha de Acesso (o pedido deverá ser feito em https://www.dges.mctes.pt/online/)
  • Ficha ENES (válida apenas no ano de candidatura)
  • Ficha de Pré-requisitos (se o curso que pretender os exigir)
  • Identificação - Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão (se o candidato for menor será necessária a identificação da pessoa que demonstra exercer o poder paternal ou tutelar).

No concurso nacional pode-se concorrer até seis pares instituição/curso, isto é, seis combinações diferentes de instituições e cursos, os quais se indica por ordem de preferência.

No Guia de Candidatura ao Ensino Superior encontrará informações acerca da oferta formativa e condições de acesso.
O Guia de Candidatura ao Ensino Superior Público é disponibilizado, pela Direção-Geral do Ensino Superior, anualmente.
Voltar ao topo